uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Município de Mação reduz dívida e aumenta capacidade de endividamento

Edição de 18.05.2016 | Economia

A Assembleia Municipal de Mação aprovou as contas do município referentes a 2015, tendo o presidente do município, Vasco Estrela (PSD), destacado a redução da dívida em 380 mil euros e o aumento da capacidade de endividamento para dez milhões de euros.
Com uma execução total da receita e da despesa na ordem dos 77%, um valor que, para o presidente da câmara, “ficou abaixo do que se pretendia devido ao atraso da entrada em funcionamento do Portugal 2020”, as contas da Câmara Municipal de Mação relativas a 2015 “revelam saúde financeira”.
“Realizámos a maior parte do que estava previsto e, apesar do Portugal 2020 não ter avançado, o Programa de Desenvolvimento Rural também não estar a avançar, e o próprio empréstimo da câmara só ter sido visado pelo Tribunal de Contas em Dezembro passado (…), conseguimos reduzir a dívida em 380 mil euros e aumentar a nossa capacidade de endividamento, que agora se cifra na casa dos dez milhões de euros”, sublinhou o presidente da Câmara de Mação. A execução total da receita e da despesa ronda os 77%, um valor que, para Vasco Estrela, “ficou aquém do que deveria ser, que era de 85%, pelo menos”, uma situação que, defendeu, derivou das condicionantes a que aludiu.
O resultado líquido é negativo por via das amortizações, observou, notando que, “se não fossem as mesmas”, o resultado positivo seria de cerca de 1,5 milhões de euros. “Conseguimos reduzir de 20 para 11 milhões de euros este ano os valores das obras em curso e, por isso, apresentamos um resultado negativo de cerca de 2,3 milhões de euros do ponto de vista contabilístico, mas que não representa passivo para a câmara”, disse Vasco Estrela.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...