uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Fleumático Serafim das Neves

Edição de 02.11.2016 | Emails do Outro Mundo

Alvíssaras! Alvíssaras! Nós a acabarmos de comentar o silêncio do tomarense Mário Nogueira, esse denodado sindicalista que nunca se calava nem quando os inimigos de classe caíam redondos no chão, como aconteceu um dia com o Cavaco Silva, e ele a aparecer logo a fazer prova de vida e a responder-nos à letra, chamando-nos cretinos de direita. Tal e qual!

Diz ele que não somos nós, pobres cretinos, a dizer quando é que ele deve gritar em defesa do povo mas que é ele quem decide, embora neste caso, como em muitos outros em que ele abra a boca, eu tenha sérias dúvidas sobre se será mesmo assim. Afinal foi só depois de tu teres dito a semana passada que suspeitavas que ele tinha sido raptado por marcianos, que ele ligou o megafone.
Seja como for, o esmero que ele pôs na escolha do adjectivo com que nos classificou (a nós e à direita) vem mostrar que, se esteve mesmo em Marte, estamos bem lixados no dia em que viermos a ser invadidos por marcianos, nomeadamente pelos que participaram nos workshops Mário Nogueira. Para além de usarem todos bigodes verdes em cima daquelas beiças verdes, vai ser uma gritaria de impropérios que fará corar qualquer carroceiro do universo.
Mas enquanto não acontece a invasão dos marcianos nogueireiros vamo-nos distraindo com as demissões dos assessores licenciados do Governo que afinal não eram licenciados. Pelo menos o nosso licenciado Miguel Relvas era mesmo licenciado, não andava a fingir. E a maior prova que era licenciado foi terem-lhe anulado a licenciatura porque só se pode anular algo que existe.
A agência Lusa noticiou algo bem mais interessante que o eventual rapto do Mário Nogueira por Marcianos. Segundo os jornalistas daquele serviço de informação do Estado, a Comissão de Utentes da Saúde do Médio Tejo apelou ao ministro da Saúde para que seja reconduzida em funções o Conselho de Administração do Centro Hospitalar do Médio Tejo que, como sabes, foi nomeado pelo Governo do Passos Coelho. Fiquei de lágrimas nos olhos perante tal manifestação de ternura de gente que nós sabemos pertencer à escola Mário Nogueira de derrube acelerado de inimigos de classe.
É tão lindo verificar que afinal pode haver um clima de paz social no país desde que o ministro da Educação faça o que o Mário Nogueira diz e o Conselho de Administração do Centro Hospitalar do Médio Tejo opte pelas decisões que agradam à Comissão de Utentes.
Eu já sabia isto porque sempre aceitei o que a Maria diz e faz e o meu casamento é um mar de rosas. Mas para aqueles que têm a mania de que os sindicatos e comissões de utentes só querem é deitar abaixo, aqui fica a prova de que é mentira. Afinal se o Passos Coelho tivesse feito o que dizia a CGTP dizia ainda hoje era primeiro-ministro.
Realço as pacificadoras palavras usadas pelo porta-voz da Comissão de Utentes para justificar o apelo à recondução dos administradores. “Quando temos um interlocutor que nos ouve, que regista as nossas sugestões e age em conformidade, esta é a posição que entendemos defender (...)”. Lindo!
Será que o presidente da Câmara de Alpiarça vai ouvir atentamente o que lhe diz o vereador independente Chico Cunha e em vez de o mandar ao alho lhe vai fazer as vontadinhas? Será que a presidente da Câmara de Tomar vai passar a ouvir com atenção o que lhe diz o ex-companheiro e ex-chefe de gabinete, Luís Ferreira e o vai aceitar de volta?
Sinto o meu coração a transbordar de amor, concórdia e paz. A partir de amanhã vou ouvir com atenção e registar as sugestões dos utilizadores da caixa de comentários do jornal e vou agir em conformidade. Afinal de contas chamarem-me camelo, boi, burro e coisas assim até é simpático. Isso quer dizer que eles entendem que eu estou em perfeita comunhão com a natureza e o meio ambiente. Obrigado amigas bestas!
Saudações panfletárias
Manuel Serra d’Aire

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...