uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
“Festivo Começo” internacionaliza-se com a “Festa International” e lança a “D’Almo”

“Festivo Começo” internacionaliza-se com a “Festa International” e lança a “D’Almo”

Produtos alimentares de alta qualidade para indústria e comércio a partir de Santarém

Afirmando-se como uma grande referência no fabrico de produtos alimentares de alta qualidade destinados à indústria transformadora, hotelaria e grandes supermercados, é na produção de frutas cristalizadas, amêndoas, marmeladas, doces e bebidas concentradas que a Festivo Começo SA centra a maior parte da sua actividade.
O ano passado a empresa deu os primeiros passos no caminho da internacionalização através da marca Festa International. A presença no mercado árabe já é uma realidade e a pouco e pouco a empresa está a conseguir colocar a marca Festa International na América Latina, nomeadamente no Peru, Colômbia, Chile, Equador e Brasil. Rússia e Egipto são outros países onde a Festivo Começo pretende entrar.
De entre muitas novidades previstas para o ano de 2017, a Festivo Começo SA destaca a sua mais pequena semente. Trata-se da nova marca D’Almo que tem como objectivo valorizar o que de mais natural a fruta pode dar. A D’Almo foi criada para preservar os verdadeiros sabores produzidos pela natureza e garantir as propriedades mais importantes de cada um dos frutos utilizados.
A D’Almo marcará ainda presença com a sua linha “Gourmet” que contempla uma nova gama de produtos sugeridos para experiências gastronómicas mais elaboradas. A sua essência está na originalidade das matérias primas, na produção de edições limitadas e na apresentação de sabores menos conhecidos.
A Festivo Começo, instalada em Santarém, na zona da Portela das Padeiras, foi criada em 2012, em plena crise económica, sem meios financeiros e sem apoios, por Vítor Rego, um engenheiro de electrotecnia e máquinas, que depois de ter passado 21 anos na Marinha Mercante e outros 18 anos a trabalhar na Confeitaria Mirene assumiu o risco de aproveitar o know-how daquele estabelecimento, na altura em que o mesmo entrou em insolvência, para através do aluguer das instalações e máquinas criar a Festivo Começo e garantir a manutenção dos trabalhadores.

“Festivo Começo” internacionaliza-se com a “Festa International” e lança a “D’Almo”

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...