uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Temperaturas altas originam praga de jacintos no Sorraia

Temperaturas altas originam praga de jacintos no Sorraia

Situação afecta troços do rio no concelho de Benavente. Município e deputados já pediram a intervenção do Ministério do Ambiente.

Edição de 09.11.2016 | Sociedade

As altas temperaturas que se fizeram sentir este ano são apontadas como estando na origem da praga de jacintos-de-água que invadiu o rio Sorraia. Esta é a justificação dada pela Câmara de Benavente que já pediu ajuda à Associação de Regantes e Beneficiários do Vale Sorraia para lidar com a situação, pois apesar de não ser competência municipal, os jacintos impedem a entrada da luz solar e a oxigenação da água, comprometendo a actividade económica e de lazer do rio.
As zonas mais críticas surgem junto a São Brás, na freguesia da Barrosa, onde há quilómetros de rio completamente cobertos por jacintos. Mas também no Porto Alto, Samora Correia, é possível ver estas espécies invasoras que dificultam a navegação no rio.
O Sorraia é um rio muito usado para a rega de terrenos agrícolas e para a pesca desportiva. Foi a direcção da secção de pesca do Grupo Desportivo de Benavente que comunicou a situação à câmara municipal. Esta questão foi também levantada pelos deputados do PSD Nuno Serra, Teresa Leal Coelho e Duarte Marques, eleitos por Santarém, que pediram a “intervenção urgente” do ministro do Ambiente para resolver o problema.
“Esta situação é excepcional e resulta de condições climatéricas. Já tivemos uma máquina a fazer a limpeza mas as margens do rio estavam muito enlameadas e suspenderam-se os trabalhos para impedir um possível acidente. Contactou-se a Administração Regional de Vale do Tejo. Infelizmente o chefe de divisão manteve-se sempre ocupado, só nos atendeu no final da semana passada. Esta segunda-feira (31 de Outubro) chegou não ele mas uma inspectora do Ambiente com ordem para falar connosco, ver o que se passava, tirar fotografias e fazer um relatório. Face a esta inércia contactámos o engenheiro responsável da zona da Associação de Regantes e Beneficiários do Vale Sorraia, que irá fazer uma intervenção no futuro”, explicou o vice-presidente Domingos dos Santos, na última reunião da Câmara de Benavente.
No entanto o vereador Ricardo Oliveira (PSD) não ficou satisfeito com os resultados e acusa a câmara de passividade nesta matéria. “Esta praga tem-se agravado ao longo dos últimos meses, sabemos que a câmara não tem responsabilidades no problema, mas tem a obrigação de chamar as entidades competentes para o resolverem. Sabem que não é uma máquina que irá resolver o problema, fomos permissivos demais e isso mostra a importância que o executivo e o presidente dão ao rio Sorraia”, criticou.
O presidente Carlos Coutinho (CDU) desvalorizou a questão dos jacintos indicando que a própria natureza encarrega-se de fazer a limpeza. Contudo prometeu abordar a questão numa reunião que tinha marcada para dia 8 de Novembro com o secretário de Estado do Ambiente.

Temperaturas altas originam praga de jacintos no Sorraia

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...