uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
“A igualdade consiste em tratar de igual forma o que é igual e de diferente forma o que é diferente”
Irina Lopes Pinto

“A igualdade consiste em tratar de igual forma o que é igual e de diferente forma o que é diferente”

Irina Lopes Pinto - Comandante do Destacamento de Torres Novas da GNR. Quem comanda o Destacamento de Torres Novas da GNR é uma mulher. Perguntar-lhe algo sobre igualdade de oportunidades entre homens e mulheres merece uma resposta à altura que está resumida na frase que dá título a este texto.

Edição de 17.11.2016 | Aniversário

Irina Pinto nunca sentiu pena de não ser rapaz nem acha que tal facto por si só fosse vantajoso ou desvantajoso para si. Também não encontra nenhum traço comum nos homens ou alguma particularidade que dê qualquer tipo de vantagem às mulheres, seja em termos sociais ou profissionais.
Para a oficial da Guarda Nacional Republicana, em Portugal existe uma efectiva igualdade entre homens e mulheres. “Sim, acho que há igualdade entre homens e mulheres. Refiro isto porque a igualdade consiste em tratar de igual forma o que é igual, e de diferente forma o que é diferente, dentro da medida dessa diferença”, explica.
Comentando o facto de não haver muitas mulheres em lugares de destaque na política diz que isso só acontece porque não há mulheres interessadas em candidatar-se a eles. “Segundo a minha percepção, a carreira política não tem sido a escolha preferencial das mulheres”, refere.
Não considera que “mimos” ou atenções sejam uma forma de ser elogiada por algo positivo que tenha feito. “Na vida profissional, receber mimos e atenções nunca poderá ser forma de manifestar o reconhecimento do valor de uma mulher ou homem. Há outras formas de o fazer que tanto se aplicam a mulheres como a homens”.
Habituada a comandar diz que em casa de cada família não deve haver comandantes. “As pessoas que coabitem numa mesma casa têm de funcionar em equipa”, sintetiza. Quanto à divisão das tarefas domésticas defende que não seja feita matematicamente mas com bom senso. “Em casa faço o que a minha disponibilidade me permitir fazer e o mesmo acontece com as pessoas que coabitam comigo”.
Irina Pinto confessa que nunca assistiu a uma tourada ou a um jogo de futebol ao vivo. Nas horas vagas dedica-se à confecção de bolos decorados e às artes. “No campo da pintura gosto em particular do movimento do impressionismo e do pintor Claude Monet devido à técnica utilizada e resultado final das obras. No campo da literatura, como nunca parei de estudar, só tenho lido livros técnicos da área do Direito”, declara.

“A igualdade consiste em tratar de igual forma o que é igual e de diferente forma o que é diferente”

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...