uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
As empresas com mulheres na direcção têm mais lucros que as geridas só por homens”
Maria Pinto Correia Watts

As empresas com mulheres na direcção têm mais lucros que as geridas só por homens”

Maria Pinto Correia Watts - Directora Geral Clinicalm - Clínica Médica e Dentária. A Médica Dentista é contra a lei que obriga os partidos políticos a incluir uma determinada percentagem de mulheres nas suas listas. Diz que uma das razões para as mulheres não estarem na política é falta de vontade das próprias. Em vez da lei diz serem preferíveis iniciativas que estimulem salários comparáveis e horários flexíveis.

Edição de 17.11.2016 | Aniversário

É com grande sentido de humor que a Médica Dentista e directora geral da Clinicalm de Almeirim responde à pergunta do questionário de
O MIRANTE relativa a uma característica comum a todos os homens. “Ainda não conheci um que não gostasse de cerveja.”, afirma. Ainda sobre os homens diz que quase todos aparentam ter uma grande auto-confiança. E acrescenta que só conseguem fazer uma coisa de cada vez, ao contrário das mulheres que são “multi-tasking”. Perante este quadro não espanta que Maria Pinto Correia Watts diga que nunca teve pena de não ter nascido rapaz.
Questionada sobre o facto de haver poucas mulheres na política considera que existirão várias razões mas que “a falta de motivação e de modelos positivos e a própria visão política do universo eleitor feminino” contribuem para isso. E refere a propósito que as maiores críticas de uma mulher são sempre outras mulheres.
Acrescenta que é contra a Lei da Paridade que obriga os partidos a colocarem uma percentagem de mulheres nas listas. “Acho preferível iniciativas que estimulem salários comparáveis e horários flexíveis”, defende.
Sobre a igualdade entre homens e mulheres diz que em Portugal ainda não existe e que tal facto não acontece apenas no nosso país. “Basta olhar para a grande diferença entre salários entre homens e mulheres a desempenharem as mesmas funções. No Reino Unido, por exemplo, existe um discrepância de quase 14% entre os salários de homens e mulheres que trabalham a tempo inteiro. Mas as coisas estão a mudar e países como a Suécia estão perto de extinguir essas diferenças”.
O que também vai mudar, na sua opinião, é a discriminação no acesso a cargos de chefia. “Os números mostram que as empresas com mulheres no quadro da direcção têm uma margem de lucros superior a empresas com uma direcção exclusivamente masculina. A grande questão continua a ser a maternidade e a mentalidade errónea de que uma mulher com filhos não se consegue dedicar da mesma forma ao trabalho como um homem”, afirma.
Maria Pinto Correia Watts gosto de ler um bom livro ou de viajar para um lugar novo e tenta manter um aula de yoga semanal. Natural de Santarém sente-se dividida em relação às touradas. “Cresci a ir a corridas de touros e adorava. Hoje em dia sinto-me dividida entre as minhas raízes e a consciência de que não é muito correcto para com o touro”, desabafa.

As empresas com mulheres na direcção têm mais lucros que as geridas só por homens”

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...