uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
“No ramo imobiliário é normal serem as mulheres a darem o sim final nos negócios”
Sílvia Sousa

“No ramo imobiliário é normal serem as mulheres a darem o sim final nos negócios”

Sílvia Sousa - gerente imobiliária Century 21 - Casas do Gótico. Pode haver sectores onde as mulheres tenham dificuldade em atingir lugares de direcção e chefia mas no ramo do imobiliário são mais elas que eles a mandar. Pelo menos é essa a percepção da gestora da Century 21 - Casas do Gótico.

Edição de 17.11.2016 | Aniversário

Apesar de considerar que as mudanças sociais em Portugal são difíceis, atribuindo esse facto ao envelhecimento da população e ao seu conservadorismo, Sílvia Sousa, gerente da imobiliária, Century 21 - Casas do Gótico, nota que há cada vez mais mulheres em lugares de chefia em empresas e instituições. Segundo ela, tal facto não tem correspondência a nível da política porque não há muitas mulheres a interessarem-se por uma carreira política e porque os eleitores mais jovens não vão votar.
“No sector privado os cargos de chefia estão atribuídos na maioria, a mulheres. Na minha actividade, ramo imobiliário, somos mais mulheres que homens nesses cargos. No meu caso em particular nunca senti que o facto de ser mulher impedisse ou fosse um impasse no desempenho das minhas funções como gerente da empresa. Se ainda há algum problema em nomear mulheres competentes para lugares de chefia é no sector público”, diz.
Comparando de uma forma genérica mulheres com homens diz que elas levam vantagem porque conseguem fazer várias coisas ao mesmo tempo enquanto que os homens só se conseguem focar numa coisa de cada vez. E além disso, refere, as mulheres têm um sexto sentido. “Também poderia acrescentar o facto de as mulheres serem mais decididas e determinadas, tendo em conta que no ramo do imobiliário, geralmente, quem dá o ok para a compra são elas”, afirma.
Sílvia Sousa diz que o único tempo livre que tem, normalmente aos domingos, é passado com a família. Nos dias de semana está totalmente concentrada no objectivo de tornar a Century 21 - Casas do Gótico uma referência no mercado imobiliário no Ribatejo através de uma equipa motivada e empenhada em prestar um serviço de excelência aos clientes. Quanto a leituras o que lê mais são livros técnicos relacionados com a sua actividade.

“No ramo imobiliário é normal serem as mulheres a darem o sim final nos negócios”

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...