uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

CDS-PP da Chamusca aceita Fernando Pratas mas não gostou das declarações sobre candidato

Edição de 23.11.2016 | Politica

A concelhia do CDS-PP da Chamusca aceitou o ex-deputado socialista Fernando Pratas como militante. A proposta foi apresentada à concelhia numa reunião da distrital do partido e a presidente da concelhia, Cândida Lino, assinou a entrada do ex-militante do PS, com a anuência dos restantes membros do CDS-PP da Chamusca. A concelhia só não gostou que Pratas tivesse dito que Joaquim Garrido, que foi da CDU e passou para o PS, podia ser uma hipótese como candidato do CDS-PP à Câmara da Chamusca.
Em nome da concelhia, Tiago Prestes refere a O MIRANTE que o partido aceita quem quiser entrar na concelhia para trabalhar dentro dos princípios dos centristas e com humildade. Prestes refere mesmo que os elementos da concelhia não têm nada contra a pessoa de Fernando Pratas e que são todos amigos. Apenas realça que as declarações de Pratas a O MIRANTE “causaram algum desconforto”.
“Se vier disposto a trabalhar, Fernando Pratas pode ser uma mais-valia”, refere Tiago Prestes, acrescentando que o nome de Joaquim Garrido “não é um nome queimado” e que na altura certa o CDS-PP vai reunir e decidir quem é o candidato, realçando que neste momento não há qualquer nome em cima da mesa. Acrescenta ainda que não se sabe se o partido concorre sozinho às eleições ou em coligação.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...