uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

A violência verbal de Luís Ferreira contra a presidente da câmara de Tomar

Edição de 30.11.2016 | O MIRANTE dos Leitores

Os insultos que o ex-companheiro da presidente da câmara de Tomar fez publicamente na sua página do Facebook contra ela, pelo simples facto de ela o ignorar, são lamentáveis e condenáveis. Luís Ferreira desce a um nível muito baixo para quem é autarca eleito da Assembleia Municipal de Tomar e tem pretensões de vir a ser algo mais na política.
Ao mesmo tempo que dá a entender que a queixa que Anabela Freitas fez contra si por violência doméstica foi arquivada por falta de fundamento, ele usa um tipo de linguagem que prova que mostra que se não havia motivos para a queixa existir, passou a haver. Mulher oportunista e mulher abjecta são expressões que definem quem as escreve. Mesmo que tivesse razão, o ex-companheiro e ex-chefe de gabinete da presidente da Câmara de Tomar deveria ter “dobrado a língua”. Assim perdeu uma grande oportunidade de estar calado e comprovou a opinião que muitos têm dele.
A ideia com que eu fico de Luís Ferreira é de alguém oportunista que quis ser presidente da câmara municipal por interposta pessoa uma vez que nunca conseguiria ser eleito pelo seu valor e que ao ver-se desmascarado e muito justamente enxotado, procura vingança a qualquer preço.
A utilização de fotografias de quando estava junto com Anabela Freitas para ilustrar os textos que tem publicado no facebook podem configurar crime mas, mais que isso, mostram que ele é uma pessoa muito perturbada e provavelmente a necessitar de ajuda especializada.
Hernâni Duarte Torres

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...