uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Municípios da região bem colocados no anuário financeiro

Câmaras estão mais independentes no que diz respeito às contas e a região tem vários bons exemplos. Vila Franca de Xira, Coruche, Benavente, Ourém e Abrantes em destaque.

Edição de 30.11.2016 | Sociedade

São vários os municípios da região que estão bem colocados a nível nacional no anuário financeiro elaborado pela Ordem dos Contabilistas Certificados, documento que foi conhecido na última semana. Vila Franca de Xira, Benavente, Coruche, Ourém e Abrantes aparecem mencionados nas diferentes tabelas de eficiência num ano em que a Ordem destaca a melhoria das contas e o aumento da independência financeira das câmaras municipais, muito por culpa da redução de despesa e aumento de receitas.
Benavente, liderada por Carlos Coutinho (CDU), surge em bons lugares em três rankings distintos: está no segundo melhor nacional nos municípios com menor passivo por habitante (60,2 euros por munícipe); está na quarta posição do quadro nacional de municípios com menor índice de dívida total (9,5 por cento do seu orçamento); e está ainda no quarto lugar nacional dos 25 melhores municípios de média dimensão (caiu uma posição depois de no ano passado ocupar o terceiro lugar).
Coruche, liderado pelo socialista Francisco Oliveira, está no terceiro lugar nacional dos municípios com melhor grau de cobertura das despesas, com 64,6 por cento da despesa comprometida e da receita cobrada. Ocupa também o 14º lugar no ranking nacional dos 35 melhores municípios de pequena dimensão.
Ainda nos rankings globais, dentro dos 25 melhores municípios do país de média dimensão, está Ourém em 6º lugar e Abrantes ocupa a 23ª posição. Os cinco melhores municípios do distrito de Santarém são, por esta ordem, Benavente, Ourém, Coruche, Abrantes e Salvaterra de Magos.
No anuário financeiro destaque também para três municípios da região que estão no Top 50 dos municípios com maiores resultados económicos. Torres Novas ocupa o 26º lugar da tabela, seguindo de Santarém (28º) e Rio Maior (47º).

Vila Franca de Xira ultrapassa a capital do país
No ranking mais importante de todo o anuário financeiro, o que agrupa os 10 melhores municípios de grande dimensão do país, Vila Franca de Xira volta a ficar no terceiro lugar nacional, só atrás de Porto e Sintra. Atrás do município vilafranquense estão Leiria, Oeiras, Almada, Amadora, Loures, Maia e Santa Maria da Feira.
Em valores globais, a receita efectiva da totalidade dos municípios portugueses cresceu no último ano 303,9 milhões de euros, situando-se agora num total de 7.243,2 milhões de euros. As transferências do Estado ainda representam quase metade (41%) da receita dos municípios. A despesa global caiu 3,4 por cento e a dívida das câmaras também desceu 500 milhões de euros.

SMAS de Vila Franca de Xira e Abrantes com resultados positivos
Os Serviços Municipalizados de Água e Saneamento (SMAS) de Vila Franca de Xira e Abrantes são também citados no anuário financeiro no que diz respeito aos bons resultados económicos, com a estrutura de Vila Franca de Xira, liderada por António Oliveira, a surgir na terceira posição, entre 24, com um resultado de 2 milhões e 163 mil euros, um acréscimo de 20,6% face ao ano anterior. Os SMAS de Abrantes ocupam o último lugar neste ranking, com um resultado de 42.619 euros, menos 38,7 por cento que no ano anterior. .

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...