uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Quem aguenta dez horas numa sala de espera da urgência até pode ficar doente

Edição de 05.01.2017 | O MIRANTE dos Leitores

Nesta altura do ano aparecem sempre notícias de urgências caóticas com macas nos corredores e dezenas de horas de espera. Há sempre uns populares exaltados, uns sindicalistas que aproveitam a onda para reivindicar mais empregos e melhores ordenados para os seus associados, uns políticos que criticam o ministro da saúde ou as administrações dos hospitais e uns repórteres televisivos que amplificam o circo que se gera sem respeito por quem está doente ou não estando acaba por se sentir doente perante tal enxurrada de disparates.
As chamadas falsas urgências em vez de diminuírem, continuam a aumentar. Dizem que é por os centros de saúde estarem fechados mas quando o horário dos mesmos é alargado, estão às moscas porque as pessoas preferem ir para o tal caos das urgências.
Um dia destes dei por mim a pensar que quem consegue estar dez horas numa sala de espera de uma urgência à espera de atendimento, ou está tão doente que já nem se consegue levantar para se ir embora ou se não está doente, vai ficar doente de certeza absoluta porque uma pessoa que fica dez horas sentada numa cadeira vai ganhar uma dor de costas de alto lá com ele. Os que se levantam e vão para casa para no dia seguinte irem bramar para os jornais ou para os fóruns de linchamento popular das rádios e televisões são os tais falsos doentes.
Carlos Chaparro do Amaral

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...