uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

O regresso de Pedro Barroso aos palcos não foi em Lisboa mas na “parvónia”

Edição de 12.01.2017 | O MIRANTE dos Leitores

No Sábado à noite, 7 de Janeiro, o cantor, músico e compositor Pedro Barroso, deu um concerto no Tivoli BBVA em Lisboa que foi antecipadamente anunciado como o concerto de regresso aos palcos após três anos de afastamento por grave doença.
A bem da verdade é bom que se diga que não foi a primeira vez que Pedro Barroso subiu a um palco depois de ter estado doente e em tratamento. Se bem me lembro ele actuou em Abril de 2015 na Marinha Grande (um ano depois do seu internamento de urgência) e em Julho do mesmo ano Torres Novas nas festas dos 30 anos da cidade. Além disso, este ano, em Pedrógão também actuou, acho que com o seu filho Nuno Barroso. Será que os palcos da “parvónia” ou “parvalheira”, como se designava antigamente o interior do país, não contam para o campeonato e só servem para treinar?
Sei como é o mundo da propaganda e dos interesses comerciais mas era bom que Pedro Barroso nas entrevistas que deu tenha contado tudo em vez de alinhar no “embuste”. Quem o viu nos palcos pequenos em 2015 e 2016 não pode ficar a pensar que aquilo não era a sério e que só em Lisboa é que um artista se sente artista. Quem conhece Pedro Barroso, de Riachos, sabe que não é isso que ele pensa.
Amílcar Gouveia

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...