uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Associação dos Amigos da Casa Memória Lopes-Graça formalizada em Tomar
Celebração. Amigos celebram os 110 anos do nascimento do escritor

Associação dos Amigos da Casa Memória Lopes-Graça formalizada em Tomar

Na sessão inserida na celebração dos 110 anos do nascimento do compositor foi também inaugurada uma exposição evocativa.

Edição de 12.01.2017 | Sociedade

A Associação dos Amigos da Casa Memória Lopes-Graça foi formalizada no sábado, 7 de Janeiro, em Tomar, numa sessão inserida na celebração dos 110 anos do nascimento do compositor tomarense e na qual foi inaugurada uma exposição evocativa.
A inauguração da exposição “Evocação e Homenagem a Fernando Lopes-Graça” ficou marcada pela assinatura de um protocolo entre a Câmara Municipal de Tomar e as associações Lopes-Graça e Canto Firme e a formalização da Associação dos Amigos da Casa Memória Lopes-Graça.
Modesto Navarro, da Associação Lopes-Graça, disse à Lusa que o objectivo é “dar vida” à Casa Memória, permitindo que “se faça justiça a um dos grandes compositores do século passado, que merece ser conhecido e tocado”. Segundo afirma, a Associação Canto Firme, que se associou às celebrações dos 110 anos do nascimento do compositor, com “gente nova” a interpretar música de Lopes Graça, é um bom exemplo de divulgação de um compositor “ainda hoje muito desconhecido, apesar da obra de composição e criação” que deixou.
Por outro lado, o dirigente da Associação Lopes-Graça saúda o aparecimento da Associação dos Amigos da Casa Memória, frisando que “a dinâmica deve partir da cidade onde nasceu” o compositor.
Segundo a Câmara de Tomar, o protocolo agora assinado “visa desenvolver um trabalho conjunto para promover a figura de Fernando Lopes-Graça e honrar a sua memória”, tendo a primeira acção ocorrido no passado dia 17 de Dezembro, quando foi “comemorado o 110.º aniversário do nascimento em Tomar do compositor, maestro, grande intelectual e criador artístico e literário”.
A Casa Memória situa-se na casa natal do compositor, doada ao município em 2000 pelo então proprietário e transformada, em 2008, em centro documental e artístico, com milhares de recortes de imprensa, livros raros, fotografias e gravações, entre outros documentos.
Após um período de dificuldade em manter o espaço aberto em permanência, por escassez de funcionários municipais, a autarquia tem garantido a abertura da Casa Memória de quarta-feira a domingo, no período da tarde - entre as 15h00 e as 18h00 entre Junho e Setembro e entre as 14h00 e as 17H00 de Outubro a Maio -, informou o município. Numa fase inicial, a Casa Memória Lopes-Graça promoveu concursos de piano, exposições e várias estreias de obras do compositor em Tomar.

Associação dos Amigos da Casa Memória Lopes-Graça formalizada em Tomar

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...