uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Estrada da Alfarrobeira em Vialonga continua a ser palco de acidentes frequentes
PERIGO. Uma rotunda pode vir a ser a chave para minimizar os problemas na estrada

Estrada da Alfarrobeira em Vialonga continua a ser palco de acidentes frequentes

Nos últimos quatro dias houve quatro acidentes no local e utilizadores pedem melhorias

Edição de 12.01.2017 | Sociedade

Na semana entre o Natal e o Ano Novo, em quatro dias, foram registados quatro acidentes na Estrada da Alfarrobeira, que liga as freguesias de Vialonga e Alverca, no concelho de Vila Franca de Xira. A via é uma alternativa à congestionada Estrada Nacional 10 mas também a única estrada de acesso a unidades fabris e armazéns de grande dimensão situados em Vialonga, como a Central de Cervejas e o DIA, o que representa um elevado tráfego de camiões na zona.
Os acidentes, sem vítimas graves, consistiram sobretudo em colisões entre ligeiros e pesados mas também entre vários ligeiros na sequência de travagens bruscas causadas por camiões que viravam no eixo da via para as fábricas. O excesso de velocidade causou também um outro acidente de um condutor que saiu da estrada e caiu dentro de uma das valas ali existentes, capotando a viatura.
Estes são os casos mais recentes mas as autoridades têm um longo registo de acidentes naquela via, a maioria causados pelo mau estado do piso, passagem inferior sobre a auto-estrada demasiado estreita, fraca visibilidade, falta de mecanismos que forcem a redução da velocidade praticada pelos condutores, ausência de sinalização e pintura do pavimento. José António Gomes (CDU), presidente da Junta de Vialonga, diz que o local carece “de atenção urgente” da câmara para que “muitos dos problemas possam ser resolvidos ou minimizados”, lamentando tratar-se de uma estrada “muito perigosa”.
O município tem conhecimento do problema e António Oliveira, vereador da Câmara de Vila Franca de Xira com o pelouro das infraestruturas, garante que ninguém mais que o município está preocupado com o estado da estrada. Além de outros trabalhos de beneficiação a prioridade passará pela construção de uma rotunda junto à Central de Cervejas e aos armazéns do DIA, para ajudar a escoar o trânsito de camiões.
“É uma estrada que merece uma intervenção e já tentámos sensibilizar o DIA para recuar um pouco a sua portaria e dessa forma conseguirmos fazer ali uma rotunda que melhore a circulação. Mas vamos insistir novamente porque as coisas têm de ser resolvidas”, explica o autarca. Oliveira diz que a Infraestruturas de Portugal terá também de fazer o seu papel na recuperação da estrada, já que é uma das entidades responsáveis pelo trajecto.
Alguns moradores e condutores que fazem todos os dias este trajecto alertam para a perigosidade do local, que se agrava nos dias em que chove mais do que o habitual. Os buracos na estrada aumentam a cada mês que passa e as curvas com pouca visibilidade agravam a insegurança. “Na dúvida o que faço é andar mais devagar mas sempre com o credo na boca”, refere Pedro Sousa, trabalhador numa das fábricas da zona.

Estrada da Alfarrobeira em Vialonga continua a ser palco de acidentes frequentes

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...