uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Inês Henriques quer bater o seu próprio recorde mundial dos 50km marcha

Inês Henriques quer bater o seu próprio recorde mundial dos 50km marcha

Atleta do Clube de Natação de Rio Maior demonstrou vontade de tentar baixar a marca alcançada

Edição de 26.01.2017 | Desporto

A atleta de Rio Maior Inês Henriques, que entrou para a história do atletismo como a primeira recordista mundial dos 50 quilómetros marcha, com 4h08m25s, tem como objectivo baixar esse registo para perto das quatro horas.
A marchadora olímpica de 36 anos, que representa o Clube de Natação de Rio Maior, fixou o recorde nos campeonatos nacionais de marcha de estrada de 35 e 50 km, em Porto de Mós, aproveitando o facto de a Associação Internacional das Federações de Atletismo (IAAF) ter aberto a distância ao sector feminino a partir deste ano.
“Agora, pertence a mim e às mulheres do mundo da marcha fazerem o que eu fiz para termos força na IAAF, para eles reconhecerem a nossa prova igual à dos homens”, referiu à Lusa Inês Henriques. Em causa está o facto de, apesar de a IAAF ter aberto pela primeira vez a distância ao sector feminino, que até agora tinha como melhor marca mundial a da sueca Monica Svensson, com 4h10m59s, o organismo exige para o próximo Mundial a mesma marca mínima dos homens (04:06 horas).
“O meu principal objectivo era fazer o recorde mundial, melhorando a melhor marca do mundo, e o segundo, que de alguma forma poderia ser possível, era fazer menos de 4h06m, para poder estar no Mundial e demonstrar que as mulheres também têm o seu lugar nos 50 quilómetros marcha”, referiu. A atleta de Rio Maior acrescentou que, durante a prova, ia com ritmo para alcançar a marca desejada, mas os últimos quilómetros, principalmente os últimos três, foram dramáticos, do ponto de vista do desgaste físico, e perdeu muito tempo.
A prova teve todos os certificados que eram exigidos para a homologação do recorde mundial, incluindo análises ao sangue e urina para controlar EPO, e a IAAF já divulgou a marca obtida pela portuguesa Inês Henriques para os restantes organismos.

Presidente da República enaltece recorde
O Presidente da República enalteceu o feito da atleta de Rio Maior Inês Henriques, que no dia 15 de Janeiro estabeleceu o recorde do mundo de 50 quilómetros marcha, que “coloca a Bandeira Nacional no topo de mais uma tabela”. Numa nota publicada no sítio da Presidência, Marcelo Rebelo de Sousa considera que o recorde mundial de Inês Henriques “muito orgulha todos os seus compatriotas”.

Inês Henriques quer bater o seu próprio recorde mundial dos 50km marcha

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...