uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Moradores de Vialonga querem centro de saúde em edifício construído de raiz

Adaptação do ninho de empresas é uma ideia que não agrada a vários utentes. Presidente da junta admite que o local é melhor que o actual mas que mesmo assim não resolve o problema e fica longe do centro da localidade.

Edição de 26.01.2017 | Sociedade

Está a ser elaborado pela Administração Regional de Saúde (ARS), em parceria com a Câmara Municipal de Vila Franca de Xira, um projecto de execução para adaptar o ninho de empresas de Vialonga a novo centro de saúde da localidade mas a ideia está a motivar algumas resistências.
Em causa está o facto de, tal como o edifício actual onde funciona o centro de saúde, este estar longe do centro da localidade e ser mal servido por transportes. O presidente da câmara, Alberto Mesquita (PS), diz que no momento actual as obras de adaptação do ninho de empresas - estrutura que desde que foi criada teve uma utilização residual - são a melhor aposta para dar melhores condições aos utentes e profissionais do centro de saúde. Mas nem todos concordam.
O presidente da Junta de Vialonga, José António Gomes (CDU), admite que o ninho de empresas vai dar melhores condições que o edifício actual mas reconhece que também não resolve todos os problemas. “O que eu gostaria era que o novo centro de saúde fosse localizado no centro da freguesia. O ninho de empresas não é uma mais valia, estamos a afastar aquele equipamento do centro da freguesia e sendo ele frequentado em 80 por cento por gente idosa meter o centro de saúde no topo da freguesia vai criar algumas dificuldades para essas pessoas, sobretudo à noite, e os transportes não são abundantes”, refere a O MIRANTE.
O autarca diz que gostava de ter, “tal como as restantes freguesias do concelho”, um centro de saúde construído de raiz e não uma alternativa. “É a terceira vez que se vai arranjar um local para o centro de saúde que é uma alternativa e não uma solução definitiva. É um bocadinho melhor que o actual mas não é a solução. Não é o meu lugar preferido e não é aquele que a população vai gostar”, alerta.
Segundo a Administração Regional de Saúde, a abertura do novo equipamento está prevista para 2018 e insere-se numa aposta feita em 22 outros novos centros de saúde, onde se inclui Samora Correia, concelho de Benavente.
Os problemas que assolam o actual edifício em Vialonga onde funciona a Unidade de Saúde Familiar são conhecidos há vários anos e já mereceram inclusive protestos e abaixo-assinados da comissão de utentes, que também defende a sua relocalização para instalações criadas de raiz. O actual edifício, no topo da íngreme rua Professor Reynaldo dos Santos, tem condições exíguas para os funcionários e utentes e algumas infiltrações continuam a gerar humidades no espaço.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...