uma parceria com o Jornal Expresso
26/05/2017
Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Tina Matias
Esteticista no Cabeleireiro & Estética Estilus, 45 anos, Santarém
Edição de 02.03.2017 | Agora Falo Eu

Gosta de conduzir? Já alguma vez foi sujeita a um controlo de alcoolemia?
Gosto muito de conduzir porque me descontrai e ajuda a aliviar o stress e nunca fui sujeita a nenhum controlo de alcoolemia.
Já alguma vez teve de mudar um pneu do carro?
Nunca, graças a Deus.
Costuma fazer habitualmente a separação dos lixos domésticos?
Sim, costumo separar os lixos domésticos, por uma questão de princípio e para poder contribuir para a preservação do meio ambiente.
Qual é a pior coisa que lhe podem fazer?
A pior coisa que me podem fazer é mentirem-me. Quebram-se logo quaisquer laços de confiança que existam.
Costuma comprar um jornal ou uma revista pelo que vê na primeira página?
Sim, por vezes compro se há um assunto que me chamou a atenção.
A que petisco não resiste?
Não resisto a petiscos. Adoro uma boa petiscada na companhia da família e amigos.
À mesa, branco ou tinto?
Depende da ocasião.
Ainda há dinheiro para ir comer fora?
Julgo que sim, a avaliar pelo que costumo ver.
Qual o alimento que não comia nem que lhe pagassem?
Favas. Detesto favas.
Qual é o melhor prato que consegue cozinhar?
Cozinhar é uma tradição na minha família. A minha especialidade é caril de gambas.
Era capaz de se tornar vegetariana?
Acho que sim. Pelo menos podia deixar de comer carne porque não aprecio.
Quando convida amigos para jantar escolhe sempre vinhos do Ribatejo ou tem outras preferências?
Também gosto dos vinhos do Douro e do Alentejo.
É daquelas pessoas que gosta de estacionar o automóvel à porta de todos os locais onde vai?
Sempre que posso é isso que faço. Reconheço que sou um pouco comodista.
Gosta de fazer caminhadas?
Correr não corro mas gosto de caminhadas.
Quando faz compras pede factura com contribuinte?
Peço factura com número de contribuinte sempre que me lembro. Evitar a fuga ao fisco é uma das formas que tenho de ajudar o país.
Costuma dar dinheiro a mendigos?
Sim, costumo dar dinheiro aos mendigos e aos arrumadores. Nunca se sabe a história de vida que está por detrás do pedido.
Costuma dar a vez a pessoas mais idosas na fila do supermercado?
Sim, por uma questão de respeito.
Acha que o sistema de justiça funciona em Portugal?
Quero acreditar que na maioria dos casos o nosso sistema de justiça funciona.
Vale a pena ir votar?
Eu acho que votar é um dever cívico.
Costuma fazer “zapping” na televisão?
Costumo, principalmente quando não está a dar nada do meu agrado.
Gosta de futebol? Alguma vez viu um jogo no estádio?
Não vou a jogos mas sou do Sporting.
As redes sociais afastam ou aproximam as pessoas?
Depende do uso que lhes damos. A culpa não é das redes sociais. É nossa.
Usa agenda para planear o seu dia-a-dia?
Sim, uso agenda sempre. Na profissão que tenho não podia ser de outra forma.
Conseguia viver sem telemóvel?
Nesta altura da minha vida seria complicado abdicar do telemóvel.
Onde vai passar férias este ano?
Ainda não planeei as minhas férias.
A quem é que colocava a “cabeça no cepo”, metaforicamente falando?
A quem anda nesta vida a enganar os outros.
Qual é o seu truque para manter a calma perante um imprevisto?
Respirar fundo e contar até vinte.
Se lhe saísse um prémio grande no Euromilhões qual era a primeira coisa que fazia?
É impossível sair-me qualquer prémio no Euromilhões, porque não jogo.
Era capaz de viver sem música?
Era-me impossível viver sem música. Adoro música.
Existe algum animal que gostasse de ter e não pode?
Gostava de ter um cão mas com a vida que levo não tinha tempo para ele.

Comentários
Mais Notícias
    A carregar...
    Destaques