Rui Vitória orgulhoso por também ter sido distinguido pelo seu carácter

Rui Vitória orgulhoso por também ter sido distinguido pelo seu carácter
Rui Vitória, Prémio Personalidade do Ano Nacional, recebeu o prémio das mãos de António Ceia da Silva, Padre António Pereira e Luís Albuquerque

Na altura de agradecer o prémio Personalidade do Ano - Nacional com que foi distinguido, Rui Vitória disse que se sentia orgulhoso por saber que uma das razões para ser distinguido era o seu carácter.
“Este prémio ultrapassa aquilo que é a minha carreira profissional. É evidente que gosto de ser reconhecido como um bom treinador, como toda a gente gosta de ser reconhecida na sua profissão, mas quando somos considerados Personalidade do Ano pelo nosso carácter, pela nossa forma de estar e pela nossa postura, isso deixa-nos satisfeitos. Eu sei a importância de ser treinador do Sport Lisboa e Benfica. Ser reconhecido por mais que isso, se calhar, deixa-me mais orgulhoso. Ser uma boa pessoa foi aquilo que os meus pais sempre me ensinaram a ser e é aquilo que eu cultivo no meu dia-a-dia.”, declarou.
Depois de iniciar a sua intervenção agradecendo a recepção que teve no Cartaxo, onde dezenas de cidadãos o esperavam à porta do Centro Cultural para o saudarem, cumprimentarem e pedirem autógrafos, Rui Vitória disse que se sentia entre amigos dada a sua ligação à região e salientou o facto de o prémio lhe ter sido entregue pelo presidente da Turismo do Alentejo e Ribatejo, Ceia da Silva, e por duas pessoas ligadas ao Centro Desportivo de Fátima, clube que treinou durante quatro anos e que levou à segunda liga logo na primeira época.
“O Luís Albuquerque foi a pessoa que fez o primeiro telefonema quando vim treinar o Centro Desportivo de Fátima e o Padre Pereira era na altura presidente do clube e acompanhou-nos durante os quatro anos que estivemos lá a trabalhar”, explicou.
O treinador lembrou o prémio Personalidade do Ano - Desporto Masculino que recebeu de O MIRANTE há dez anos e no final dos agradecimentos disse, com humor, que esperava ser premiado outra vez daqui a dez anos. Acrescentou que lê regularmente o jornal para se manter informado sobre o que se passa na região.
“Sou um leitor assíduo de O MIRANTE
e estou perfeitamente atento a tudo o que se passa nesta região, por razões óbvias. Quero elogiar o grande dinamismo e a grande vitalidade do jornal e espero estar cá daqui a dez anos para receber outro prémio qualquer”.

Mais Notícias

    A carregar...
    Na quermesse das festas de Ulme
    Foto do Dia
    Durante os dias das festas de Ulme, um dos grupos que nunca parou foi o da quermesse. Entre canecas, pratos, chávenas de café, copos e panos de cozinha, tudo podia sair nas rifas vendidas no espaço assegurado por 12 jovens voluntários que ajudaram noite e dia para um objectivo comum: angariar fundos para a construção da sede da Sociedade Recreativa Ulmense.
    Foto do Dia | 25-09-2017

    Edição Semanal

    Edição nº 1317
    21-09-2017
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1317
    20-09-2017
    Capa Médio Tejo