uma parceria com o Jornal Expresso
25/03/2017
Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
LIXO . A única coisa que resta retirar do bairro são três autocarros de turismo vandalizados/
Retiradas 50 toneladas de lixo e entulho do bairro do Adarse em Alverca
Depois do alerta deixado por O MIRANTE os serviços municipais foram ao bairro do Adarse, em Alverca, que estava transformado numa lixeira a céu aberto e retiraram toneladas de lixo e entulho. Mas ainda faltam três autocarros que ali estão ao abandono.
Edição de 15.03.2017 | Sociedade

O município de Vila Franca de Xira retirou nas últimas semanas, das ruas do bairro do Adarse, em Alverca, mais de 50 toneladas de resíduos que ali foram sendo depositados de forma ilegal ao longo dos últimos meses. A informação foi avançada na semana passada pelo presidente do executivo municipal, Alberto Mesquita (PS).
A acção de limpeza das zonas públicas daquele bairro, que estava transformado numa autêntica lixeira a céu aberto, para desagrado dos moradores, ocorreu poucas semanas depois de uma reportagem de O MIRANTE que dava conta da degradação do lugar e algumas das queixas de quem ali vive. “Já limpámos e retirámos 50 toneladas de lixo do Adarse mas ainda faltam algumas coisas que já estamos a tratar e que esperamos em breve ter resolvido”, afiançou o autarca.
Alberto Mesquita referia-se, por exemplo, a três autocarros de turismo que ali estão totalmente vandalizados há mais de ano e meio e que ainda não foram removidos. Só quando os trâmites administrativos estiverem concluídos é que os veículos poderão ser dados como abandonados na via pública para poderem ser rebocados de forma coerciva. “Além do que já fizemos vamos ainda tentar melhorar algumas questões de desnivelamento de piso naquela zona, bem como aparar algumas bermas que têm bastante mato”, informou.
O autarca respondia à vereadora Helena de Jesus, da Coligação Novo Rumo, liderada pelo PSD, que na última reunião de câmara, realizada precisamente em Alverca, quis saber por que motivo o Adarse continuava ao abandono. “O piso está muito degradado e não há passeios nem margens para os peões se protegerem. O mato está tão denso que em alguns locais envolve a estrada”, lamentou.
Vários moradores do bairro, escutados por O MIRANTE, elogiam a recente intervenção da câmara e aplaudem a forma célere como o lixo e o entulho foi removido da zona. Mas pedem ao município que não esqueça do muito que ainda ficou por fazer. Recorde-se que o bairro esteve durante meses transformado numa lixeira a céu aberto com materiais para todos os gostos, desde sofás a entulho de obras, móveis de cozinha, colchões, máquinas de lavar loiça obsoletas e outro lixo doméstico.

Comentários
Mais Notícias
    A carregar...
    Capas
    Assine O MIRANTE e receba o Jornal em casa
    Clique para fazer o pedido