uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Vila Franca de Xira na corrida para chegar aos cem quilómetros de ciclovias
AMBIÇÃO. Vila Franca de Xira quer chegar à centena de quilómetros cicláveis no seu território

Vila Franca de Xira na corrida para chegar aos cem quilómetros de ciclovias

Até ao próximo ano a rede ciclável vai já chegar a um total de 57 quilómetros. Actualmente já existem 13 quilómetros ao dispor da comunidade.

Edição de 15.03.2017 | Sociedade

O concelho de Vila Franca de Xira assumiu esta semana a aposta na mobilidade sustentável e apresentou um ambicioso plano para criar, nos próximos anos, 100 quilómetros de ciclovias no seu território, além dos 13 quilómetros que actualmente já existem na frente ribeirinha.
Já a partir deste ano avançam os trabalhos, que se vão estender até 2018, de criação de 44,5 quilómetros destas vias destinadas a bicicletas, que totalizarão 57,5 quilómetros. É a primeira de três fases que vai custar perto de sete milhões de euros, metade do valor financiado por verbas da União Europeia. Além do parque ribeirinho Moinhos da Póvoa e ciclovia do Tejo - que ligará a Póvoa de Santa Iria ao vizinho concelho de Loures e ao Parque das Nações - está também prevista a transformação do troço da Estrada Nacional 10 entre Alverca, Forte da Casa e Póvoa numa avenida urbana com um troço ciclável entre as duas vias.
Além disso, e a principal novidade, é que serão criados 34 novos quilómetros de percursos cicláveis nos aglomerados urbanos de Vialonga, Póvoa, Alverca, Alhandra, Vila Franca e Castanheira. Tratam-se de vias de dois tipos: corredores cicláveis, paralelos aos passeios e exclusivos para bicicletas e ciclovias partilhadas, com o desenho de uma bicicleta no asfalto, em que automóveis e ciclistas andarão em simultâneo. Algumas das estradas que passarão a ser partilhadas serão a rua Primeiro de Dezembro em Vila Franca de Xira, rua Padre Bianchi na Castanheira do Ribatejo, a Avenida da Mague em Alverca e a rua da Indústria, também em Alverca.
Já no que diz respeito a corredores cicláveis, exclusivos para bicicletas, irão ser criados, para já, na Avenida Vicente Afonso Valente na Póvoa, Avenida 24 de Setembro em Vialonga, rua Engenheiro Vilar Queiroz em Alverca e na rua D. Pedro V, também em Alverca, entre outras. No total do projecto agora apresentado, 24,5 quilómetros serão de ciclovias partilhadas entre bicicletas e automóveis e 9,5 quilómetros serão o total dos corredores cicláveis.
A segunda fase de concretização da rede contempla 14 quilómetros em Vialonga, Póvoa e a ligação de Alverca e Sobralinho ao Forte da Casa. Por fim, a terceira fase do plano, prevê 28,5 quilómetros que ligarão Póvoa a Vialonga, Sobralinho a Alhandra e VFX à Castanheira e Vala do Carregado, com ligação ao concelho de Alenquer.
Alberto Mesquita (PS), presidente da câmara, diz que o projecto vai ao encontro das ambições de todos os que, actualmente, se deslocam de bicicleta no concelho. “Estas vias são essenciais não só para melhorar o ambiente como também para dar mais segurança a todos os que escolhem a bicicleta como meio de transporte. A candidatura à primeira fase avança este ano e a nossa ambição vai além do mandato. Isto é algo para o concelho”, garante o autarca.

Vila Franca de Xira na corrida para chegar aos cem quilómetros de ciclovias

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...

    Capas

    Assine O MIRANTE e receba o Jornal em casa
    Clique para fazer o pedido