uma parceria com o Jornal Expresso
27/06/2017
Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
A CP age como se fosse uma empresa privada e como tal deve ser privatizada
Edição de 29.03.2017 | O MIRANTE dos Leitores

Se as empresas públicas funcionam nos mesmos moldes das privadas, devem ser privatizadas quanto mais depressa melhor porque só servem para dar despesa e para proporcionar emprego (digo emprego e não trabalho) a quem não gosta muito de vergar a mola. Agora surgiu o caso da Caixa Geral de Depósitos que queria encerrar 180 balcões e cortou a direito, como faria qualquer banco privado, tendo apenas em atenção a questão do lucro. Felizmente foi possível rectificar alguma coisa e parece que vai ser assegurado um balcão em cada concelho. Com a CP é que não há volta a dar. Os investimentos na área de passageiros continuam a privilegiar os comboios Alfa e Intercidades, os chamados rápidos. (Estará a ser preparada a passagem da exploração dos mesmos para privados?). Quanto aos regionais (e falo só nesses porque resido em Santarém) o investimento é diminuto e o serviço vai-se degradando.
Luís Meireles

Comentários
Mais Notícias
    A carregar...