uma parceria com o Jornal Expresso
24/04/2017
Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Andar de bicicleta em certas zonas de Santarém é realmente impraticável 
Edição de 29.03.2017 | O MIRANTE dos Leitores

Andreia, quando chegar Outubro e o festival Bike no CNEMA, apareça no passeio das duas pontes e vai ver que andar de bicicleta por Santarém até nem é complicado. Imagine que antes desse passeio, parto de Manique do Intendente e faço os 25 km que separam as duas localidades. E não sou ciclista desportivo. E comecei a usar a bicicleta normalmente nas minhas deslocações a partir dos 40 e muitos. Sei que é complicado. Aqui em Manique também é usual as mães irem pôr e buscar os filhos de carro, apesar de ser uma pequena localidade. Mas já se vê muita gente a andar de bicicleta.
António Santos

Andreia Cardoso, Consultora Imobiliária na Remax Vantagem em Santarém, diz na entrevista “Agora Falo Eu” de 15 de Março, quando lhe perguntam se nunca pensou trocar o carro pela bicicleta, que tal é incompatível com a realidade. “Não dá para levar e ir buscar filhotes à escola de bicicleta, nem para ir trabalhar de bicicleta. Só de pensar subir a Calçada do Monte em Santarém todos os dias...”. Eu tenho que concordar com ela. Primeiro porque andar com crianças numa bicicleta no meio do trânsito em hora de ponta é um risco que, na melhor das hipóteses, deve levar a uma intervenção da Comissão de Protecção de Crianças e Jovens, tal é o grau de inconsciência do adulto. Mas efectivamente o argumento da subida da Calçada do Monte é exemplar. Num ano em que a Volta a Portugal teve uma etapa que passou por Santarém eu vi o pelotão passar na Calçada do Monte e fiquei com uma ideia do grau de dificuldade. Corredores profissionais com bicicletas preparadas para percursos a trepar, ali em palpos de aranha. Realmente quem é que consegue subir por ali, já não falando de outras zonas de Santarém, numa bicicleta normal, com sacos de compras e crianças para a escola com mochilas carregadas de livros. Só líricos e extra-terrestres.
Carlos Afonso

Comentários
Mais Notícias
    A carregar...