uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
CDU chumba novamente voto de louvor à GNR de Alpiarça
DEBATE. Mário Pereira (à esquerda) e Francisco Cunha esgrimiram argumentos acerca da proposta

CDU chumba novamente voto de louvor à GNR de Alpiarça

Maioria no executivo camarário considerou proposta dos vereadores da oposição demagógica e populista.

Edição de 13.04.2017 | Sociedade

A maioria CDU na Câmara de Alpiarça chumbou novamente, na reunião do executivo de 7 de Abril, um voto de louvor proposto pelos vereadores Francisco Cunha (PSD/MPT) e Pedro Gaspar (PS) à GNR de Alpiarça, comandada pelo sargento Sérgio Malacão.
Os elementos da Coligação Democrática Unitária (CDU) justificam esta decisão por considerarem que a proposta é uma “tentativa de instrumentalização das forças de segurança” e uma “pura demagogia e desenfreado populismo” por vir da parte de forças políticas que mantiveram “regulamentos retrógrados na GNR” e contribuíram para o corte de vencimentos e congelamento de carreiras dos seus profissionais, entre outro aspectos.
A CDU refere ainda na sua declaração de voto que não compactua “com qualquer eventual tentativa de condicionar o normal funcionamento da justiça portuguesa”, numa alusão implícita ao facto de o actual comandante do posto da GNR de Alpiarça estar acusado pelo Ministério Público de sete crimes alegadamente praticados entre 2010 e 2012, quando era comandante do posto de Coruche.
Francisco Cunha refere que o voto de louvor proposto pela coligação PSD/MPT e pelo Partido Socialista refere que a “nova dinâmica” no combate ao crime permitiu reduzir a criminalidade concelhia em cerca de 30 por cento. Justifica a sua proposta de louvor à GNR com a aplicação diária de um tipo de patrulhamento de proximidade e visibilidade com a sociedade civil concelhia e operadores económicos, acções conjuntas com a junta de freguesia junto de idosos, parque escolar, conselhos de segurança, acções preventivas no combate a burlas, consumo de álcool e drogas e apreensão de estupefacientes.
No final da intervenção, Francisco Cunha questionou o presidente da Câmara de Alpiarça, Mário Pereira (CDU), se só os que receberam medalhas do município no dia do concelho, 2 de Abril, é que mereciam ser distinguidos. “Nós temos um efectivo da GNR que funciona bem e deve ser reconhecido”, argumentou.

CDU chumba novamente voto de louvor à GNR de Alpiarça

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...