uma parceria com o Jornal Expresso
28/05/2017
Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Utilizadores da piscina de Minde arrepiam caminho porque a água está fria
Baixa temperatura deve-se a uma avaria que a Câmara de Alcanena está a tentar resolver
Edição de 20.04.2017 | Sociedade

Vários utilizadores da piscina municipal de Minde, Alcanena, têm recusado usar o equipamento e frequentar as aulas de hidroginástica e natação devido ao facto de a temperatura da água estar abaixo do normal. As queixas, reconhece o vereador do urbanismo, obras municipais e património, Hugo Santarém, têm surgido das pessoas mais idosas. A situação deve-se a uma avaria nos equipamentos, que está a ser solucionada.
As pessoas com mais de 65 anos que se deslocam de manhã ao local para fazer hidroginástica são das mais penalizadas e são obrigadas a voltar para trás porque não aguentam a baixa temperatura da água. Hugo Santarém explica a
O MIRANTE que o problema passa por uma avaria no circulador automático, um aparelho que corrige a temperatura da água automaticamente. Uma empresa especializada que está a resolver a situação e para que as piscinas não encerrassem conseguiu corrigir manualmente a temperatura para os 27 graus.
“Espero que o mais brevemente possível a temperatura esteja corrigida”, salienta o vereador, acrescentando que a câmara optou por não encerrar a piscina municipal visto que “não era uma avaria grave”. Sublinha ainda que a temperatura encontra-se nos patamares regulamentares, entre os 26º e os 28º graus.
Recorde-se que a piscina de Minde esteve encerrada cerca de quatro meses, para obras, tendo sido reaberta a 18 de Abril de 2016. As obras consistiram na impermeabilização de todo o tanque, pinturas e requalificação do interior.

Comentários
Mais Notícias
    A carregar...