uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Arguido por tráfico de pessoas nega que trabalhadores tenham passado fome

Edição de 26.04.2017 | O MIRANTE dos Leitores

Vai-se ficando a saber que estas pessoas se aproveitavam da miséria destes estrangeiros para ganhar dinheiro mas não vale a pena dramatizar. As empresas de trabalho temporário que contratam trabalhadores portugueses para trabalhar em Portugal ou no estrangeiro também ganham dinheiro e os trabalhadores vão receber menos do que recebem os trabalhadores dos países para onde vão que façam o mesmo trabalho. E também vivem em condições piores, nomeadamente em contentores. E já não falo das situações de trabalhadores portugueses que vão trabalhar em condições miseráveis na agricultura aqui mesmo ao lado em Espanha. Neste caso concreto gostava de saber o que aconteceu aos trabalhadores que estavam ao serviço destas pessoas que estão a ser julgadas. Foram expulsos do país? Se sim como vão pagar o que ficaram a dever para vir a Portugal ganhar o nosso salário mínimo que é dez vezes o salário deles? Estão a viver em Portugal em melhores condições do que aquelas que tinham ou continuam em barracas noutra qualquer quinta? O mundo é um lugar cruel e injusto mas muitas vezes quando pensamos que estamos a salvar pessoas estamos a condená-las a uma miséria ainda maior.
Joaquim José Rijo

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...