uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Apoderou-se de cartões de crédito de médicos para fazer apostas online

Ministério Público diz que homem acedeu aos cartões nos vestiários do Hospital de Torres Novas

Edição de 26.04.2017 | Sociedade

Um homem de 37 anos vai começar a ser julgado pelo Tribunal de Santarém por ter usado cartões de crédito de profissionais do Hospital de Torres Novas para jogar online em sites de apostas. O arguido, natural de Torres Novas e com residência na Golegã, tinha sido apanhado no palácio dos desportos de Torres Novas pela PSP, que tinha sido alertada para o facto de se suspeitar que o homem se preparava para retirar objectos de utilizadores do espaço. Foi na sequência disto que a Polícia o ligou aos outros crimes, ocorridos em 2012.
O homem, que na altura dos factos tinha 32 anos e estava desempregado, foi ao Hospital de Torres Novas e aproveitando a distração dos funcionários entrou no corredor que dá acesso à direcção dos serviços de urgência. No local, segundo a acusação, situam-se os vestiários de médicos e enfermeiros, onde alguns deixavam os seus pertences enquanto estavam a trabalhar, até porque o local é vedado ao público e utentes.
Segundo a investigação do Ministério Público, o arguido apoderou-se de várias chaves de cacifos e no vestiário feminino e abriu os de duas médicas, de onde retirou um cartão de crédito Mastercard, de uma, e um Visa, 100 euros em dinheiro e as chaves do carro de outra. No vestiário masculino retirou outro cartão de um médico e as chaves do carro deste. O homem depois de gravar os números dos cartões no telemóvel, voltou a colocá-los no mesmo sítio.
Com os números dos cartões pagou apostas em sites como o Gibraltar e o BWW, tendo gasto cerca de 3200 euros, no total. O acesso aos cartões ocorreu, segundo o Ministério Público, entre 24 e 26 de Outubro de 2012. O homem é ainda acusado de no dia 29, quando estava alojado no Hotel dos Cavaleiros, em Torres Novas, de ter entrado num quarto de uma hóspede estrangeira, quando esta estava a tomar o pequeno-almoço, e ter retirado de uma mochila um telemóvel, 100 euros em dinheiro e dois cartões de crédito. É ainda suspeito de ter roubado duas bicicletas que estavam numa garagem, em Zibreira, Torres Novas.
O homem responde por um crime de furto, três de furto qualificado e quatro crimes de burla informática e nas comunicações. O crime de furto é punido com prisão até três anos ou multa, o de furto qualificado com prisão até cinco anos ou multa até 600 dias. O de burla é punido com pena de prisão até três anos ou pena de multa.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...