uma parceria com o Jornal Expresso
26/05/2017
Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Veiga Maltez volta a candidatar-se à Câmara da Golegã pelo PS
Actual presidente da Junta de Azinhaga, Vítor Guia, também regressa às listas socialistas sendo o número um à assembleia municipal. Ambos são autarcas neste mandato por movimentos independentes.
Edição de 11.05.2017 | Sociedade

José Veiga Maltez, actual presidente da Assembleia Municipal da Golegã, vai ser o candidato do Partido Socialista (PS) à presidência da Câmara da Golegã nas próximas eleições autárquicas que se realizam a 1 de Outubro. O actual presidente da Junta de Freguesia da Azinhaga, Vítor Guia, é o cabeça-de-lista à assembleia municipal. Ambos os autarcas foram eleitos para o actual mandato por movimentos independentes, após conflitos no seio do PS da Golegã durante os últimos mandatos. O actual presidente da câmara, o socialista Rui Medinas, decidiu não se recandidatar a um segundo mandato alegando questões pessoais.
O MIRANTE sabe que Veiga Maltez e Vítor Guia jantaram na noite de 3 de Maio com vários dirigentes do PS, nomeadamente António Gameiro, presidente da distrital do PS, e Maria da Luz Rosinha, deputada na Assembleia da República e coordenadora autárquica do PS, entre outros. Também estiveram presentes no jantar, que decorreu num restaurante da vila, António Pires Cardoso e Ana Isabel Caixinha que integraram a lista para a câmara há quatro anos pelo movimento independente GAP (Golegã, Azinhaga e Pombalinho), que tinha como figura tutelar Veiga Maltez.
Veiga Maltez, que volta a candidatar-se como independente nas listas do PS, partido pelo qual esteve durante 16 anos como presidente do município da Golegã, diz que o regresso após um hiato de quatro anos (em que foi presidente da assembleia municipal, eleito pelo Movimento Independente GAP) acontece pela vontade de continuar o trabalho realizado nos quatro mandatos em que liderou o município (de 1997 a 2013).
“Candidato-me porque considero que ainda tenho capacidade para trabalhar em prol de um município pelo qual nutro amor, ternura e paixão”, afirmou, sublinhando que cumpre “um dever de cidadania” e responde às muitas solicitações recebidas. “Foram muitas as pessoas que me empurraram”, disse, declarando que o trabalho que iniciou não está acabado porque “há sempre trabalho a fazer num mundo em mudança” e na procura de responder às “exigências de qualidade” feitas pelos munícipes do concelho.

Veiga Maltez pode suceder ao seu sucessor
Veiga Maltez avança com a candidatura depois do actual presidente Rui Medinas, eleito pelo PS e vice-presidente do município quando Maltez era presidente, ter decidido não se recandidatar. As divergências entre Veiga Maltez e Rui Medinas surgiram em 2013 quando o anterior presidente do município se opôs ao nome de Rui Medinas, que era seu vereador, para candidato à câmara municipal pelo PS. Veiga Maltez criou o movimento independente Força GAP e candidatou-se à presidência da Assembleia Municipal da Golegã. Veiga Maltez estava, em 2013, impedido de se recandidatar à câmara municipal por limitação da lei dos mandatos autárquicos.

“Concelho caiu muito nestes últimos anos”

Vítor Guia disse a O MIRANTE que não tencionava concorrer às próximas eleições mas que a Golegã merece que continue neste trabalho de autarca. “Acima de tudo quero voltar a servir o concelho que caiu muito nestes últimos anos”, disse, garantindo que será possível trabalhar com o candidato Veiga Maltez.

Comentários
Mais Notícias
    A carregar...
    Capas
    Assine O MIRANTE e receba o Jornal em casa
    Clique para fazer o pedido