uma parceria com o Jornal Expresso
28/07/2017
Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

O MIRANTE no Facebook

Edição de 18.05.2017 | O MIRANTE no Facebook

Arrancam obras nos blocos operatórios do Hospital de Santarém As pessoas que estão na lista de espera para irem ao bloco já desesperam. António Batista Bares e cafetarias municipais de Santarém continuam fechados Relativamente ao bar do teatro penso que a contratação de alguém para o efeito resolveria pois não se pode pensar em milhares de euros de renda, como é hábito, em espaços que não têm nem nunca terão, face à sua utilização, muita clientela. Tomar conta dum bar deste tipo e de outras situações inerentes a este tipo de estabelecimento não me parece ser incompatível, nem impossível. Luís Manuel Carreira Silva Funeral de bancário de Santarém Carlos Paixão Foi com muita tristeza que recebi esta notícia. Um ser simples, humilde e feliz, excelente profissional! Sentidas condolências a toda a família. Catarina Rodrigues Autarcas de Fátima impedidos de receber o Papa na sua terra Vergonha! As pessoas que mais trabalham em prol de Fátima e da Paróquia de Fátima foram deixadas de fora da recepção ao Papa Francisco... Não foram só estas entidades locais, também o próprio Pároco de Fátima... É lamentável. Pedro Sobral O PS de Ourém não podia admitir a presença de autarcas PSD com o Papa no cartaz PS para as eleições de Outubro. Luís Miguel Bonifácio Autarca indignado: Ligam para os bombeiros a reclamar da sirene porque querem dormir Puro egoísmo, falta de civismo, não encontro adjectivos que qualifiquem esse tipo de pessoas. Será que quando foram viver para tal sítio o quartel dos bombeiros não existia já? Talvez um dia consigam dar valor aos bombeiros e perceber o quanto é importante a sirene. Lurdes Ribeiro Como é possível tanto egoísmo? O que importa uns minutos de sirene a tocar? Dou os meus parabéns ao senhor autarca pela coragem e pelas palavras que disse. Quanto aos incomodados, quando for preciso tocar a sirene por vocês pensem que há pessoas que querem dormir mas que não se importam que toque. Os bombeiros não são só heróis quando há fogos. Sofia Clemente Discutir este assunto é perder tempo e normalmente as pessoas adoram perder tempo. Na existência de um quartel de bombeiros estes deviam ser profissionais pagos pelo Estado e com equipas a trabalharem por turnos, como qualquer outra empresa que trabalhe com regime contínuo. Assim não existiam quartéis que dependem da “boa vontade” das pessoas. E só em casos extremos é que uma sirene iria tocar e incomodar a malta que só olha para o seu umbigo. Nelson Adriano Isso são pessoas que não têm mais nada que fazer e então resolvem chatear os outros com coisas sem importância. Sinceramente, se por acaso o azar lhes bater à porta se calhar aí a opinião já é outra de certeza absoluta. Mafalda Vieira E se reclamaram fizeram-no com toda a razão. Seja para salvar vidas, seja para o que for, é inadmissível que em plena era digital o único meio de chamar bombeiros seja esse. Moro muito perto do quartel, trabalho e levanto-me cedo. Confesso que também me incomodou e imenso. A sirene esteve a tocar uns largos 15 minutos, sobressaltou todos os cães dos arredores que demoraram a calar-se. Clara Constantino Sempre tocaram sirenes, sempre tocaram sinos das igrejas e nunca fez mal à saúde de ninguém. Os bombeiros têm que acordar para ir defender o que é dos outros e colocar a própria vida em risco. Milena Rodrigues “Temos escolas do Século XIX com professores do Século XX para alunos do Século XXI” É um mito pensar-se que as nossas escolas são escolas do Séc. XIX por mais antiquadas e conservadoras que elas sejam. Quanto às utopias, regra geral, quase sempre descambam em distopias. Ilda Cardoso

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...