uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Autarca critica quem reclama do ruído da sirene dos bombeiros durante a noite
Pedro Ribeiro

Autarca critica quem reclama do ruído da sirene dos bombeiros durante a noite

Presidente de Almeirim fala em egoísmo e pergunta o que é a vida de uma pessoa comparado com uns minutos de sono a menos.

Edição de 18.05.2017 | Sociedade

O presidente da Câmara e dos Bombeiros Voluntários de Almeirim está indignado com a quantidade de pessoas que ligam para o quartel a reclamar do barulho feito durante a noite pela sirene, que toca em situações de emergência em que são necessários muitos meios humanos. Pedro Ribeiro manifesta publicamente o descontentamento perante esta atitude de pessoas que não pensam nos problemas que outros podem ter, além de telefonarem nas alturas mais críticas em que se estão a despachar meios de socorro o que complica as operações.
“Tenho muita dificuldade em aceitar, ou melhor não aceito, telefonemas a reclamar sobre o barulho da sirene”, refere o autarca, classificando esta atitude como egoísta. “O egoísmo tem um limite e esse é sem sombra de dúvida a vida do meu semelhante”. O autarca revela mesmo que vive a cerca de 100 metros do quartel. Se a sirene tiver de tocar uma hora e se isso ajudar a salvar pessoas e/ou bens que toque”.
Em declarações a O MIRANTE, Pedro Ribeiro explica que há outras formas de chamar os bombeiros mas que não são 100 por cento fiáveis. O quartel dispõe de um sistema de envio de mensagens telefónicas para os voluntários mas não é garantido que estes as recebam ou que ouçam o som do telemóvel, sobretudo durante noite. O autarca realça ainda que algumas vezes, atendendo ao elevado número de mensagens a enviar simultaneamente, o sistema bloqueia e demora três a quatro minutos a reactivar. “Três ou quatro minutos em situação de emergência é tempo precioso”.
O mais recente caso de pessoas a ligarem para o quartel a pedirem para desligar a sirene porque queriam dormir aconteceu a meio da noite de quarta para quinta-feira, quando houve um incêndio de grandes dimensões num armazém de palha, cerca das 4h00. O autarca, em jeito de crítica, refere que para o local foram vários veículos e vários bombeiros que passaram a noite a trabalhar “enquanto quem ligou com toda a certeza vai dormir profundamente”.
“Podia estar quieto e nada dizer mas por norma essa atitude de ignorar leva a que certas pessoas pensem que estão certas e só têm direitos. Nunca se esqueçam. Um dia podem ser vocês a precisar. Um vosso familiar. Um amigo. O que é a vida de uma pessoa comparado com uns minutos de sono a menos”, desabafa Pedro Ribeiro.

Autarca critica quem reclama do ruído da sirene dos bombeiros durante a noite

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...