uma parceria com o Jornal Expresso
26/06/2017
Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Continuam os problemas em escola de Vialonga inaugurada este ano lectivo
Em causa estão deficiências que o município de Vila Franca de Xira diz que terão de ser resolvidas.
Edição de 18.05.2017 | Sociedade

A Escola Básica Nº2 de Vialonga, concelho de Vila Franca de Xira, que foi inaugurada em Setembro de 2016, continua com várias deficiências de construção por resolver. O alerta tem sido deixado nas últimas semanas por vários encarregados de educação e também por autarcas.
Em causa estão vários abatimentos do piso, maus cheiros provenientes do sistema de esgotos do edifício, pequenos buracos no pátio, paredes com fissuras e portas e janelas que abrem e fecham mal. “A escola tem lacunas e deficiências que é necessário resolver. Apesar de nos terem dito que as obras de correcção tinham sido realizadas, vemos que algumas situações continuam por ser resolvidas. Mais do que negar é necessário ter em boa nota as preocupações que aqui transmitimos para que a escola possa funcionar condignamente”, notou Rui Pereira, vereador da CDU na Câmara de Vila Franca de Xira, em reunião do executivo.
Recentemente, também o presidente da Junta de Vialonga, José António Gomes (CDU), alertou para o facto de uma escola nova já apresentar problemas iguais a uma escola velha e necessitar de obras. O presidente da câmara, Alberto Mesquita (PS), já afiançou publicamente ter tomado nota das deficiências da escola para “corrigir tudo o que for necessário” para dar condições ao edifício.
O estabelecimento de ensino custou dois milhões e 100 mil euros e a cerimónia de inauguração, em Setembro de 2016, contou com a presença do ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, que elogiou o “bom exemplo” que Vila Franca de Xira “inspira” ao país ao requalificar o seu parque escolar da competência da câmara municipal.
A inauguração marcou também o arranque do ano lectivo para as cerca de duas centenas de crianças que frequentam aquele estabelecimento de ensino. O edifício tem dois pisos com 12 salas de aulas, duas salas de educação pré-escolar e uma sala de ATL. Dispõe ainda de um refeitório que permite assegurar o serviço de refeições a todos os alunos, sala polivalente, biblioteca escolar, gabinete médico, gabinete de atendimento e salas para o pessoal docente e não docente. No espaço exterior há zonas para criação de hortas pedagógicas, campo de jogos, recreio livre e parque infantil. 

Comentários
Mais Notícias
    A carregar...