uma parceria com o Jornal Expresso
24/05/2017
Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Feira de Magos até domingo em Salvaterra
Inauguração contou com a presença do secretário de Estado das Florestas e Desenvolvimento Rural
Edição de 18.05.2017 | Sociedade

Foi de charrete que o presidente da Câmara de Salvaterra de Magos, Hélder Esménio, o secretário de Estado das Florestas e Desenvolvimento Rural, Amândio Torres, e o presidente da União de Freguesias de Salvaterra e Foros, Manuel Bolieiro, desfilaram pelas ruas da vila no tradicional desfile que assinalou o arranque da Feira de Magos, que decorreu ao final da tarde de sexta-feira, 12 de Maio. O desfile, que contou com a participação de várias colectividades do concelho, terminou na zona do rossio, junto ao cais da vala, onde o certame decorre até domingo, 21 de Maio.
À chegada ao recinto da feira os campinos a cavalo, que encabeçaram o desfile, perfilaram-se e foram cumprimentados pelos autarcas e governantes. Cortada a fita que assinalou o momento, foi a vez das colectividades actuarem para o público presente. O presidente do município agradeceu a todos os que colaboram neste evento nomeadamente empresários, produtores, agricultores, artesão e colectividades. “Os eventos que acontecem todos os dias nesta feira fazem deste um certame maior e melhor. Queremos continuar a trabalhar para que esta feira seja todos os anos melhor que a anterior e julgo que estamos a conseguir”, afirmou Hélder Esménio.
O secretário de Estado das Florestas elogiou os quatro prémios que a Entidade Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo atribuiu recentemente ao concelho de Salvaterra de Magos. “Estes prémios são um sinal claro das potencialidades deste concelho que está tão ligado à agricultura. A agricultura não é uma moda mas é um modo de vida que desejamos ver cada vez mais vincado na nossa economia. A agricultura tem alavancado a economia do país e o concelho de Salvaterra de Magos tem contribuído para isso”, referiu Amândio Torres, acrescentando que estes certames são fundamentais para promover “fortes” ligações entre a gastronomia, cultura e turismo.
O novo presidente da CAP (Confederação de Agricultores Portugueses), Eduardo Oliveira e Sousa, que tem raízes familiares em Salvaterra de Magos, considera que a agricultura mudou muito neste concelho nos últimos anos. “A agricultura melhorou muito e os jovens agricultores inovaram nesta área. A CAP está à disposição dos agricultores e do que precisarem”, concluiu.

Comentários
Mais Notícias
    A carregar...