uma parceria com o Jornal Expresso
19/08/2017
Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Primeira grande corrida de O MIRANTE no Campo Pequeno
Rui Bento Vasques

Primeira grande corrida de O MIRANTE no Campo Pequeno

Um cartel regional em que toma alternativa Parreirita Cigano e Manuel Jorge de Oliveira faz 40 anos de profissional. Uma parceria de O MIRANTE com o Campo Pequeno, que se segue a outras que já existiam, vai assinalar, com uma corrida de toiros, momentos importantes: São os 30 anos de O MIRANTE e os 125 anos de inauguração da praça lisboeta.

Edição de 18.05.2017 | Sociedade

O director de actividades tauromáquicas do Campo Pequeno considera que a primeira grande corrida de O MIRANTE na praça mais emblemática do país, no dia 29 de Junho, às 22h00, marca um dia especial, com um cartel diversificado que junta a “juventude com a veterania e a experiência com a irreverência”. Rui Bento Vasques refere que esta corrida é muito importante para o Campo Pequeno, que está a comemorar os 125 anos de inauguração da praça, a começar pelo facto de O MIRANTE ter “uma forte implantação nas regiões onde a cultura taurina tem a sua principal residência”. A corrida vai marcar também a alternativa do toureiro do Cartaxo, Parreirita Cigano, e a comemoração dos 40 anos de alternativa de Manuel Jorge de Oliveira.
“É um jornal eclético onde as tradições portuguesas em geral e o tema taurino, em particular, sempre têm encontrado um precioso acolhimento. Fazermos a primeira corrida com este enquadramento institucional é para nós motivo de grande satisfação”, refere Rui Bento Vasques. O director acrescenta que “é preciso que se fale e se divulgue a nossa cultura e a tauromaquia é um dos bastiões da cultura portuguesa, apesar da uma certa contestação, baseada sobretudo na ignorância e na arrogância. À ignorância e à arrogância dos anti-taurinos oponhamos a tolerância, mas também a defesa firme da nossa forma de estar e de sentir a relação homem-campo-toiro-cavalo”.
Do cartel desta corrida, além de Parreirita Cigano e Manuel Jorge Oliveira, fazem ainda parte os cavaleiros Rui Salvador, Ana Batista, João Maria Branco e a grande revelação em Espanha, o colombiano Jacobo Botero. Os toiros são da ganadaria Luís Rocha e as pegas estão a cargo de três grupos: Forcados do Ribatejo, Aposento da Chamusca e Amadores da Chamusca. “O Ribatejo tem sido, pela abertura de espírito das suas gentes, uma região que soube sempre acolher, integrar, estabelecer laços de profunda amizade com gentes de outras regiões e paragens. Juntar a quatro cavaleiros ribatejanos um alentejano e um colombiano só vem reforçar o carácter universalista da mentalidade das gentes ribatejanas”, realça o director de actividades tauromáquicas do Campo Pequeno.
Sobre Manuel Jorge de Oliveira e o seu afilhado Parreirita Cigano, o director de actividades tauromáquicas refere que ter estes dois artistas em praça significa “a perenidade de uma arte, a sua transmissão de geração em geração. Significa que Manuel Jorge de Oliveira reconhece no seu aluno, “Parreirita Cigano”, as necessárias qualidades para ser guardião de uma série de conhecimentos que lhe transmitiu ao longo dos anos e que confia no seu aluno para os cimentar, desenvolver e, também ele, os vir a transmitir a alguém daqui por uns anos”. Rui Bento Vasques considera que esta corrida “tem tudo para ser uma grande corrida de toiros”. Estou certo de que o público saberá valorizar o cartel e dará uma magnífica moldura humana ao Campo Pequeno, acrescenta, realçando que o Campo Pequeno quer que esta seja “a primeira de uma série a repetir na anualmente”.

Primeira grande corrida de O MIRANTE no Campo Pequeno

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...