uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Humidade condicionou cirurgias no bloco operatório de Torres Novas

Situação foi resolvida no final da semana passada

Edição de 25.05.2017 | Sociedade

O Bloco Operatório do Hospital de Torres Novas teve, no início da semana passada, problemas com o aumento dos níveis de humidade e no sistema de renovação de ar, o que impediu que algumas cirurgias se concretizassem. O gabinete de comunicação do Centro Hospitalar do Médio Tejo (CHMT) – que engloba os hospitais de Abrantes, Torres Novas e Tomar – explica a O MIRANTE que se verificaram “constrangimentos técnicos” na utilização do bloco operatório.
“Houve uma alteração acentuada dos níveis de humidade atmosférica e da correspondente calibração do sistema de renovação de ar do Bloco Operatório. Tratando-se de uma infra-estrutura que esteve vários anos encerrada, ao ser reactivada esta foi a primeira alteração sensível das condicionantes atmosféricas com o impacto no ambiente interno do bloco operatório, tendo sido necessário encontrar os pontos de equilíbrio entre a temperatura e a humidade”, explica o CHMT a O MIRANTE, acrescentando que a situação foi restabelecida e na quinta-feira, 18 de Maio, os planos operatórios já decorreram com normalidade.
No entanto, esclarece o CHMT, será ainda necessário nos próximos dias continuar os ajustes da referida calibragem até se encontrar o ponto óptimo entre temperatura e humidade e em função das alterações atmosféricas que ocorram. “Estes ciclos de ajustamento são, por regra, normais em infra-estruturas cirúrgicas quando as mesmas entram em actividade”, conclui.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...