uma parceria com o Jornal Expresso
27/06/2017
Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
investimento. Parque subterrâneo foi inaugurado em Outubro de 2011
Câmara do Cartaxo assume estacionamento tarifado na cidade e reduz área abrangida
Novo regulamento define que vão ser menos lugares pagos do que o previsto inicialmente. Os residentes nas áreas de estacionamento tarifado vão poder estacionar sem qualquer limite de tempo e em qualquer lugar livre.
Edição de 01.06.2017 | Sociedade

A Câmara do Cartaxo vai ser a responsável pela gestão do estacionamento tarifado à superfície e também do parque de estacionamento subterrâneo junto ao edifício dos paços do concelho. Além disso, vão ser menos ruas abrangidas pelo estacionamento pago e o número de lugares tarifados também será bastante menor.
“Propomos menos de uma centena de lugares tarifados à superfície, um número reduzido de ruas abrangidas e os valores a cobrar estão abaixo da média nos concelhos vizinhos. Defendemos que a gestão se mantenha pública para que as decisões, quer quanto às áreas tarifadas, quer quanto ao tarifário a aplicar, continuem a ser da autarquia e os cidadãos possam pronunciar-se sobre elas”, refere o presidente do município, Pedro Magalhães Ribeiro (PS).
O autarca apresentou o documento em sessão camarária explicando que os “princípios orientadores” para o estacionamento tarifado no Cartaxo sempre foram os de “assegurar a rotatividade do estacionamento nas zonas de maior densidade de comércio tradicional e garantir estacionamento ordenado na cidade. O projecto de regulamento inclui quer as propostas apresentadas pela população, pelos autarcas e pelos comerciantes presentes na sessão pública de 20 de Maio de 2015, quer os contributos que nos chegaram ao longo dos últimos meses e os resultados do estudo técnicos que foi elaborado”, explicou Pedro Ribeiro.
A promoção da rotatividade de estacionamento junto ao comércio e aos serviços foi considerada essencial na elaboração do documento. “É fundamental que os comerciantes e as empresas prestadoras de serviços, com os seus estabelecimentos no centro da cidade, tenham lugares livres e próximos para que os seus clientes possam estacionar”, o que implica “a introdução de medidas de racionalidade na utilização dos lugares disponíveis”, refere o presidente.

Moradores não pagam na sua rua
Os residentes nas áreas de estacionamento limitado e tarifado vão poder estacionar sem qualquer limite de tempo e em qualquer lugar livre. Além disso, vão ser disponibilizados dísticos para identificação das viaturas de residentes a pedidos dos moradores.
Pedro Ribeiro garantiu que o actual projecto de regulamento é “muito diferente” da proposta que existia no mandato anterior em “três pontos essenciais”. Com o projecto proposto em 2011 seriam tarifadas 14 áreas, quase todas as ruas centrais do Cartaxo, com cerca de 620 lugares de estacionamento a serem pagos pelos utilizadores e o estacionamento seria entregue a privados
O Projecto de Regulamento de Estacionamento foi aprovado em reunião de câmara por maioria, com cinco votos a favor - três do PS, dois do PSD e um voto contra do movimento independente Paulo Varanda-Movimento Pelo Cartaxo (PV-MPC). O documento vai entrar em fase de discussão pública e terá a duração de 30 dias, seguindo-se a apreciação técnica das sugestões recolhidas. O Projecto de Regulamento regressará depois à câmara municipal que deliberará sobre o seu envio à assembleia municipal para apreciação final.

As ruas abrangidas

O estacionamento de superfície será limitado e tarifado na Rua Batalhoz até ao cruzamento com a Rua de Rio Maior, na Rua Luís de Camões, até ao cruzamento com a Rua Manuel Gomes da Silva, na Praça 15 de Dezembro, junto ao edifício da câmara municipal e na Rua Serpa Pinto até ao cruzamento com a Travessa da Amendoeira. A permanência nos lugares assinalados será tarifada das 8h00 às 19h00, durante todos os dias do ano, com excepção de sábados a partir das 13h00, domingos e feriados. A permanência máxima durante o período tarifado será de quatro horas.

Parque subterrâneo com subscrição de avenças

Em relação ao estacionamento no parque subterrâneo, composto por dois pisos que dispõem de 188 lugares de estacionamento – 93 no primeiro piso e 95 lugares no piso inferior –, foi prevista a possibilidade de subscrição de avenças com valores pagos mensalmente, para utilização em período diurno, nocturno ou durante 24 horas – o parque estará aberto 24 horas, todos os dias do ano.

Comentários
Mais Notícias
    A carregar...