uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Santarém “declara guerra” às beatas de cigarros e pastilhas elásticas

Santarém “declara guerra” às beatas de cigarros e pastilhas elásticas

Município colocou equipamentos para recolha desses resíduos em seis pontos do centro histórico da cidade.

Edição de 07.06.2017 | Sociedade

Tirar o cigarro do maço, fumar, deitar a beata para o chão ou mascar a pastilha elástica e atirá-la para o chão. Estes são os gestos quase automáticos de muitos escalabitanos a que a Câmara de Santarém quer “declarar guerra” com a nova campanha de sensibilização ‘be.eco’ lançada na manhã de sábado, 3 de Junho, com o mote “Beatas de Cigarro é no ECO|Beatas”.
No total, a campanha vai colocar no centro histórico da cidade seis equipamentos de deposição de beatas de cigarro e de pastilhas elásticas, designados por ECO|Beatas e Papa|Chiclas. Estão localizados no Largo do Seminário, na Rua Capelo e Ivens, no Jardim das Portas do Sol, no Largo Cândido dos Reis, no Largo do Padre Chiquito e na Praça Visconde Serra do Pilar. O objectivo é claro. Acabar com as beatas de cigarro e de pastilhas elásticas no chão que constituem “um impacto visual negativo de limpeza urbana e de saúde pública”.
“Em Portugal, por minuto são atiradas sete mil beatas para o chão”, referiu a vereadora da Câmara de Santarém, Inês Barroso, alertando também para o facto de as beatas demorarem entre 3 a 15 anos a degradarem-se e as pastilhas elásticas 30 anos.
Todos os fumadores que queiram colaborar nesta missão, podem levantar gratuitamente um porta  “eco.b”, no Posto de Turismo para depois poder fazer a sua descarga num dos seis ECO|Beatas da cidade. Na primeira fase desta campanha, a câmara disponibiliza cinco mil porta-beatas gratuitamente através de um apoio monetário da Delta Cafés. Os resíduos vão ser encaminhados para valorização energética, numa iniciativa única no país que será realizada pela Missão Beatão.
Todos os ECO|Beatas terão uma particularidade. Todos os meses terão um desafio novo com duas hipóteses a que quem for lá colocar as beatas poderá responder. Que bolo regional gosta mais? Esta é a questão proposta para este mês podendo escolher entre o pampilho e o celeste.
Para assinalar o lançamento desta campanha vários voluntários das escolas do concelho de Santarém juntaram-se para recolher beatas de cigarro e pastilhas elásticas durante uma hora nas ruas do centro histórico de Santarém. Uma acção simbólica que recolheu 10 mil beatas de cigarro e pastilhas elásticas.
Esta acção juntou a BriPA - Brigada de Protecção Ambiental da PSP de Santarém, um grupo de voluntários da Escola Técnico Profissional do Ribatejo (ETPR), os clubes de Ambiente dos Agrupamentos de Escolas Dr. Ginestal Machado e Alexandre Herculano, os voluntários da Missão Beatão, os escuteiros de Santarém e a população da cidade.

Santarém “declara guerra” às beatas de cigarros e pastilhas elásticas

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...