uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Jacobo Botero e João Maria Branco querem brilhar na Corrida de O MIRANTE no Campo Pequeno
João Maria Branco

Jacobo Botero e João Maria Branco querem brilhar na Corrida de O MIRANTE no Campo Pequeno

Espectáculo marcado para 29 de Junho marca alternativa de Parreirita Cigano e regresso de Manuel Jorge de Oliveira

Edição de 14.06.2017 | Cultura e Lazer
Jacobo Botero
Jacobo Botero
Jacobo Botero

O toureiro colombiano Jacobo Botero, que tem sido a grande revelação em Espanha, está entusiasmado com a Primeira Grande Corrida de O MIRANTE
no Campo Pequeno, considerando que tem um importante atractivo: A alternativa de Parreirita Cigano, ao qual deseja “um enorme triunfo”. Para João Maria Branco, o cavaleiro de Estremoz, além da alternativa do jovem cavaleiro residente no Cartaxo, esta tourada no dia 29 deste mês, às 22h00, tem também o aliciante de se poder ver de novo uma grande figura, que é Manuel Jorge de Oliveira, que vai apadrinhar a alternativa de Parreirita. João Maria Branco considera que tourear no Campo Pequeno é muito importante “sobretudo quando somos novos porque uma boa actuação tem sempre repercussões na nossa carreira”.
Os percursos de João Maria Branco e Jacobo Botero cruzaram-se na última temporada, com actuações em Espanha. O cavaleiro de Estremoz refere que nos últimos dois anos tem apostado em Espanha, considerando que esta foi uma “experiência positiva e uma mais-valia para a carreira”. Este ano, João Maria Branco pretende actuar mais em Portugal, repartindo a temporada também por Espanha e França, países para onde já tem corridas agendadas. Já Jacobo Botero refere que “por motivos de restruturação da minha carreira não será o objetivo tourear muito mas sim tentar estar ao nível da responsabilidade exigida nas praças onde entrar”.
O cavaleiro colombiano, em declarações a O MIRANTE,
sublinha que tourear em Portugal é como se estivesse em casa. “Todos sabem que sou colombiano mas Portugal é o país que me fez toureiro e pelo qual tenho um carinho e uma gratidão enorme”, salienta. João Maria Branco tem a expectativa que esta corrida pode ser muito importante para a sua carreira, porque se estiver bem na praça considerada a catedral do toureio a cavalo, “podem surgir mais corridas importantes”.
A Primeira Grande Corrida de O MIRANTE no Campo Pequeno pretende ser um marco na tauromaquia. A corrida tem o atractivo da alternativa de Parreirita Cigano, apadrinhado por Manuel Jorge de Oliveira, que volta às arenas ao fim de muito tempo. O espectáculo está marcado para 29 de Junho, às 22h00, num momento importante para o Campo Pequeno e para o jornal, já que se assinalam os 30 anos de O MIRANTE e os 125 anos de inauguração da praça lisboeta. O cartel é ainda composto pelos cavaleiros Rui Salvador e Ana Batista. Pegam os toiros da ganadaria Veiga Teixeira três grupos: Forcados do Ribatejo, Aposento da Chamusca e Amadores da Chamusca.

Jacobo Botero e João Maria Branco querem brilhar na Corrida de O MIRANTE no Campo Pequeno

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...

    Capas

    Assine O MIRANTE e receba o Jornal em casa
    Clique para fazer o pedido