uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
SL Cartaxo à procura de terreno para instalar campo de futebol
Paulo Magro é o presidente da comissão administrativa do SL Cartaxo

SL Cartaxo à procura de terreno para instalar campo de futebol

Clube pondera remover relvado sintético do Campo das Pratas, de onde foi despejado há um par de anos devido a um litígio entre o município e o proprietário do terreno. Fonte contactada por O MIRANTE diz que o relvado sintético do Campo das Pratas já não tem como sair dali senão como lixo.

Edição de 22.06.2017 | Desporto

O proprietário do terreno do Campo das Pratas diz que está disponível para autorizar que o Sport Lisboa e Cartaxo (SLC) remova o relvado sintético do recinto desportivo, para posterior recolocação num novo campo a construir, desde que isso signifique que o município do Cartaxo deixe cair o processo de expropriação do terreno. A informação foi dada pelo presidente do município, Pedro Magalhães Ribeiro (PS), em sessão camarária.
Aparentemente, e segundo tudo leva a crer, Manuel Marques, quer fazer o negócio definitivo que já o levou a receber, ao longo dos últimos quinze anos, cerca de 150 mil euros só em indemnizações por ter levado a autarquia a tribunal. O presidente da comissão administrativa do SLC, Paulo Magro, confirmou a O MIRANTE que a direcção do clube está a estudar a hipótese de pedir um empréstimo bancário para conseguir remover o campo sintético.
Fonte ligada à instalação de relvados sintéticos, ouvida sobre este assunto, diz que os dirigentes desportivos e os políticos do Cartaxo só podem estar a sonhar; o sintético do Cartaxo tem 15 anos, está em cima de alcatrão e não é regado nem tratado há mais de dois anos. “Quem é o técnico que é capaz de garantir a transferência de um relvado sintético nestas condições e ainda por cima quase no final da sua vida útil”, perguntou o responsável com quem falamos, acrescentando que aquele relvado só vai sair dali um dia mas para o lixo.
Em cima da mesa, tendo sido abordado durante o debate em reunião de câmara, está também o local onde o SL Cartaxo vai instalar o seu campo para praticar futebol depois de ter sido despejado do Campo das Pratas. Segundo Paulo Magro, a hipótese com mais força para avançar é a de um terreno municipal situado na zona da Quinta da Cabreira. Pedro Ribeiro refere que a instalação do campo de jogos nesse local depende da capacidade da autarquia em relocalizar o campo de ténis lá existente. “É a opção mais consensual, temos que ver o que o clube pretende fazer agora”, disse o autarca ao restante executivo municipal.

Dívida do SL Cartaxo é de cerca de 16 mil euros

O SL Cartaxo realizou, no dia 1 de Junho, uma assembleia geral que teve poucos associados presentes e, ao que
O MIRANTE apurou, entre outros assuntos, foram discutidas as dificuldades financeiras do clube. Actualmente, o clube tem que pagar 700 euros por mês pela utilização do relvado de Vila Nova de São Pedro, no concelho de Azambuja. Perdeu o rendimento que tinha do bar, que representava cerca de 1500 euros/mês. Os atrasos nas mensalidades dos atletas rondam os sete mil euros.
Parte da dívida do clube só poderá ser recuperada na próxima época quando forem feitas as inscrições dos atletas. A dívida do clube é actualmente de cerca de 16 mil euros. Durante a assembleia-geral foi também referido que existe um investidor interessado em patrocinar a equipa sénior do clube, embora ainda não haja nada concreto.

Clube muda para instalações do município

O executivo municipal do Cartaxo aprovou por unanimidade a proposta para assinatura do contrato de comodato com o SL Cartaxo para que o clube transfira a sua sede para as antigas instalações da Acção Social, situadas na Rua Mouzinho de Albuquerque, que são propriedade do município.
A intenção é que o SLC fique ali instalado provisoriamente, pois foi alvo de uma acção de despejo por parte do proprietário da actual sede, na Rua Lopes Batista, devido a atrasos no pagamento de rendas. “A antiga sede era arrendada e o edifício está já muito velho. O facto de mudarmos para um edifício municipal vai reduzir bastante as nossas despesas, o que vai ajudar o clube”, disse Paulo Magro a O MIRANTE.

SL Cartaxo à procura de terreno para instalar campo de futebol

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...