uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Casimiro Diogo é o campino homenageado este ano no Colete Encarnado de 2017
Alberto Mesquita fez o elogio do campino Casimiro José Serrano Digo que aparece na foto acompanhado pelo seu neto Diogo Reis que quer seguir o exemplo do avô

Casimiro Diogo é o campino homenageado este ano no Colete Encarnado de 2017

Edição de 28.06.2017 | Especial Colete Encarnado

Casimiro José Serrano Diogo, 78 anos, é o campino que este ano vai ser homenageado durante a 85ª edição do Colete Encarnado, festa que vai decorrer de 30 de Junho a 2 de Julho em Vila Franca de Xira. Com 70 anos dedicados ao trabalho na lezíria, o campino pertence à família Perilhão e um dos seus primos, Sérgio Perilhão, recebeu o Pampilho de Honra em 2015.
O padrinho de baptismo de Casimiro, Casimiro Perilhão, também seu tio, e o pai, João Diogo Perilhão, também são bastante famosos no meio da campinagem. Aos oito anos, Casimiro começou nas lides do campo ao lado do pai na Casa Agrícola Lopes e Lima e manteve-se com ele até aos 18, quando se mudou para a Casa Agrícola Oliveira e Irmãos.
“A minha vida foi sempre ligada aos cavalos. Foi o meu pai que me ensinou tudo, a montar e a desbastar. Tudo o que tenho, agradeço-lhe por isso”, diz. Também chegou a trabalhar na Casa Agrícola António José Teixeira alguns anos, antes de se mudar para a Herdade da Portucale, em Santo Estevão, Benavente, onde se manteve mais de 20 anos, até se reformar. “Mas só parei quando fiz os 77 anos. Agora só trabalho na minha terra, continuo a tratar dos cavalos”, diz.
“O Casimiro é um exemplo das nossas tradições e um exemplo para os campinos da nossa terra e arredores. Tem uma grande paixão pela sua arte e por aquilo que faz e a homenagem deste ano é muito justa”, declarou o presidente da Câmara de Vila Franca de Xira, Alberto Mesquita, durante a conferência de imprensa em que o programa do Colete Encarnado foi apresentado. Ao lado de Casimiro e cheio de orgulho esteve o neto, Diogo Reis, que tem 18 anos e quer seguir as pisadas do avô.

Casimiro Diogo é o campino homenageado este ano no Colete Encarnado de 2017

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...