uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

O que eu queria era que a CP recebesse um prémio pontualidade 

Edição de 28.06.2017 | O MIRANTE dos Leitores

A CP - Comboios de Portugal recebeu há dias, da Associação Portuguesa de Museus, o Prémio de Intervenção em Conservação e Restauro 2017 pelo projecto de reconversão da locomotiva a vapor 0816, Henschel & Son, datada de 1925.
O projecto, desenvolvido nas oficinas da EMEF em Contumil, é inovador porque permitiu que a locomotiva passasse a utilizar diesel em vez de carvão podendo passar a haver mais viagens turísticas no Comboio Histórico da Linha do Douro com uma locomotiva antiga que agora não faz fumo nem cinza e não larga as fagulhas que podiam provocar incêndios.
Tudo isto é muito bonito mas para mim, que viajo frequentemente entre Santarém e Entroncamento e vice-versa, era mais interessante saber que a CP tinha recebido um prémio pontualidade da Associação Helvética de Relógios de Precisão. A preocupação da empresa com turistas enternece-me mas os atrasos sistemáticos dos comboios desesperam-me.
Há mais de quarenta anos que sou cliente da CP. Ultimamente o serviço tem vindo a degradar-se e cálculo que os prejuízos de exploração a aumentar o que faz com que pague dois bilhetes por cada deslocação. Um na bilheteira e outro nas finanças quando pago os meus impostos, uma parte dos quais servirão para tapar aquele buraco sem fundo. Se houvesse a coragem de publicar anualmente o total de atrasos dos comboio da CP o assunto seria primeira página em Portugal e no Mundo.
João José Medronho

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...