uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Isaura Morais apresentou-se acenando com a obra feita e recados aos adversários
DETERMINAÇÃO. Isaura Morais voltou a rodear-se de uma equipa de confiança

Isaura Morais apresentou-se acenando com a obra feita e recados aos adversários

Presidente da Câmara de Rio Maior volta a liderar a coligação PSD/CDS-PP e na sua apresentação não faltaram os elogios e também alguns remoques à concorrência.

Edição de 28.06.2017 | Política

Isaura Morais apresentou publicamente a sua recandidatura à presidência da Câmara de Rio Maior, novamente à frente de uma lista que agrega o PSD e o CDS-PP na coligação Juntos Pelo Futuro. E como em equipa que ganha não se mexe, o mediático historiador e comentador político José Pacheco Pereira volta a ser o mandatário da candidatura e o advogado António Arribança repete a liderança da lista à assembleia municipal.
A autarca falou do trabalho feito mas não esqueceu a concorrência de hoje e de outros tempos, referindo que os autarcas da coligação não se fecham em gabinetes nem fecham os olhos aos problemas. Antes disso, o vice-presidente da concelhia do PSD e presidente da Junta de Rio Maior, Luís Santana Dias, também já tinha apontado baterias aos adversários: “Não somos riomaiorenses de fim-de-semana. Somos de Rio Maior todos os dias e é isso que queremos continuar a ser”. Uma alusão implícita ao facto de o cabeça de lista do PS à câmara, Daniel Pinto, e o possível candidato da CDU, Augusto Figueiredo, trabalharem fora do concelho.
Remoques à parte, no seu discurso, o último da tarde de uma série de sete, Isaura Morais recordou a obra feita no concelho ao longo dos últimos oito anos, como os centros escolares, as novas instalações da Escola Superior de Desporto, o pavilhão multiusos de Alcobertas ou o parque de negócios da cidade. Obras feitas em tempos difíceis, enfatizou, recordando que a dívida da autarquia foi reduzida dos 26 milhões de euros que se registavam em Dezembro de 2009 (quando assumiu funções) para os actuais 11 milhões de euros.
As atenções de Isaura Morais viram-se agora para o futuro, referindo os investimentos que estão previstos em termos de requalificação urbana, tanto na zona ribeirinha como em praças do centro da cidade, ou ainda na valorização e promoção da villa romana ou da antiga moagem que a autarquia comprou.
A sessão de apresentação decorreu no jardim municipal perante muitos apoiantes e contou também com a presença dos presidentes distritais do PSD, Nuno Serra, e do CDS, Vasco Matafome, que também usaram da palavra, tal como o vice-presidente da concelhia do PSD, Luís Santana Dias, a presidente da concelhia do CDS, Ana Filomena Figueiredo, e ainda Pacheco Pereira e António Arribança. Traço comum nos discursos os elogios ao trabalho desenvolvido pela coligação e pela sua líder.

Presidente de junta que perdeu mandato volta a ser candidato

No final, foram ainda apresentados os candidatos da coligação Juntos pelo Futuro à presidência das juntas de freguesia do concelho. De registar que o ex-presidente da Junta de Freguesia de Fráguas, José Manuel Azenha, que perdeu o mandato em Abril deste ano por determinação do Supremo Tribunal de Justiça, volta a ser candidato. A perda de mandato deveu-se ao facto de ter usado uma retroescavadora da junta de freguesia para derrubar um muro de uma propriedade privada.
José Manuel Azenha foi substituído no cargo por António Agostinho Ramos, que era o número dois da lista e desempenhava o cargo de tesoureiro da junta. A alteração processou-se em sessão extraordinária da assembleia de freguesia realizada a 11 de Abril.

Isaura Morais apresentou-se acenando com a obra feita e recados aos adversários

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...