uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Não falta ambição ao Coruchense no regresso ao Campeonato de Portugal
empenho. Grupo acredita poder alcançar bons resultados nesta nova fase desportiva

Não falta ambição ao Coruchense no regresso ao Campeonato de Portugal

Na apresentação do grupo de trabalho o treinador aponta como objectivo a subida à II Liga de futebol profissional.

Edição de 12.07.2017 | Desporto

“O objectivo é a subida” assumiu o treinador do Coruchense, André Luís, durante a apresentação do plantel sénior de futebol, na sexta-feira, 7 de Julho, na sede do clube em Coruche. A equipa vai disputar na próxima época o Campeonato de Portugal Prio depois de ter sido campeã distrital da Associação de Futebol de Santarém na época passada.
O presidente do clube, Dionísio Mendes, é mais cauteloso e refere que “este campeonato é muito competitivo, vamos ter de arregaçar as mangas e o objectivo é ficar nos primeiros lugares”, diz. O dirigente explica a O MIRANTE que “ainda não há orçamento mas naturalmente vai ser maior do que no ano passado”. Acrescenta que o clube “tem de garantir mais apoios porque as despesas naturalmente são maiores e temos deslocações ao Açores, vamos treinar quatro vezes por semana”, revela.
Para o presidente da Câmara de Coruche, Francisco Oliveira, “o trabalho desenvolvido no ano passado obriga a um desafio maior e a uma responsabilidade maior que é partilhada pela direcção do clube, equipa técnica e também pelo município, porque é o maior clube da nossa terra”, afirmou.
O treinador campeão distrital, André Luís, referiu o facto de terem permanecido no clube 16 jogadores do ano passado, o que pode ser uma grande vantagem “porque é mais fácil trabalhar quando nos conhecemos”. O técnico foi claro nas suas aspirações: “O meu objectivo é a subida, depois o campeonato é que vai dizer o que conseguimos fazer. Acredito que temos potencial para isso e não entro em nenhum campeonato derrotado”.
As novas contratações são: João Valério (ex-Oriental); Rui Dabó (ex-Cova da Piedade); Rui Martins (ex-Vilaverdense); Rui Bento (ex-Canaviais); Diogo Branco (ex-Atlético Clube Portugal); Sílvio (ex-Moura); Diogo Branco (ex-Amora); Mauro (ex-Vilafranquense); Fred Castanheira (ex-Odder IGF – Dinamarca); Drake Christensen (ex-InnerNasthville – EUA); Tomás Seca (ex-Vitória de Setúbal) e Richy (ex-Atlético Clube Portugal.
Da época anterior transitam Nuno Carrapato, Márcio Semeano, Rui Caniço, Joel Simões, David Silva Kiko, Pedro Soares, Ricardo Henriques, Rafael Barbosa, Tiago Batista, Pedro Severino, Rodrigo Cajarana, Miguel Neves, João Vítor, Bruno Pernes e Leandro Oliveira.

Imbróglio com substituição do relvado sintético dificulta treinos
O relvado sintético do Estádio José Peseiro, em Coruche, “já não está em condições” e por essa razão a autarquia abriu um procedimento de concurso público para a substituição do mesmo. Acontece que o processo está parado devido à contestação da empresa que perdeu o concurso, que acabou por ir para tribunal.
“Daqui a pouco o processo foi iniciado há um ano e nunca mais está despachado porque o processo está no Tribunal Administrativo e Fiscal de Leiria e a empresa Mondo continua a meter pedras na engrenagem, mais papel menos papel, só para atrasar o processo. Já pensámos anular o procedimento e fazermos outro por ajuste directo para colocar um ponto final nisto”, revelou o presidente da Câmara de Coruche.

Não falta ambição ao Coruchense no regresso ao Campeonato de Portugal

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...

    Capas

    Assine O MIRANTE e receba o Jornal em casa
    Clique para fazer o pedido