uma parceria com o Jornal Expresso
23/07/2017
Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Quarenta e quatro empresas da região candidatam-se a incentivos do SI2E
Candidaturas representam mais de cinco milhões de euros de investimento
Edição de 12.07.2017 | Economia

A Nersant – Associação Empresarial da Região de Santarém, no âmbito da abertura de candidaturas ao SI2E, disponibilizou-se para apoiar as empresas da região no processo de submissão de candidaturas a esse sistema de incentivos, que pretende estimular o surgimento de iniciativas empresariais e a criação de emprego em territórios de baixa densidade. O resultado foi a submissão de candidaturas de 44 empresas, que representam um investimento de mais de 5 milhões de euros na região do Ribatejo.
Das 44 candidaturas da região, 19 candidaturas (43%) são de empresas novas e 25 (57%) de expansão de empresas já existentes. Quanto à localização do investimento é o Médio Tejo que está em vantagem. Das 44 candidaturas submetidas, 26 dizem respeito a investimentos a efectuar nessa zona e 18 dizem respeito a investimentos na Lezíria. Quanto aos valores do investimento, renova-se a liderança do Médio Tejo: 2.741.322,42 de euros no Médio Tejo e 2.416.576,30 de euros na Lezíria.
De referir que o SI2E - Sistema de Incentivos ao Empreendedorismo e ao Emprego pretende estimular o surgimento de iniciativas empresariais e a criação de emprego em territórios de baixa densidade e por essa via promover o desenvolvimento e a coesão económica e social do país. Apoia, assim, a criação de micro e pequenas empresas ou a expansão ou modernização das mesmas.
Não se aplicando exclusivamente aos territórios de baixa densidade, o SI2E favorece através de majorações específicas os investimentos neles realizados e sobretudo cria condições para uma maior dinâmica empresarial ao ajustar tipologias de projetos às condições reais das micro e pequenas empresas do interior.
O SI2E apoia investimentos até 235 mil euros (100 mil euros nos DLBC - Desenvolvimento Local de Base Comunitária), para a criação líquida de postos de trabalho e investimentos em máquinas e equipamentos, informática, marcas, planos de marketing e pequenas obras de remodelação.

Comentários
Mais Notícias
    A carregar...
    Capas
    Assine O MIRANTE e receba o Jornal em casa
    Clique para fazer o pedido