uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Pirómanos sim mas não exageremos

Edição de 16.08.2017 | O MIRANTE dos Leitores

Depois da trovoada seca que, segundo as autoridades, teria estado na origem do incêndio do Pedrógão Grande, voltou em força a teoria dos pirómanos. Compreende-se que assim seja. Ninguém pode descarregar efabulações, frustrações, acusações, rancores ou ódios numa trovoada seca. Já os pirómanos é outra coisa. Podemos ir para as redes sociais pedir que sejam fuzilados, assados em lume brando, presos até à morte, conseguindo assim aliviar as consciências e afastar do horizonte coisas complicadas como estudos e debates sérios sobre o fenómeno dos incêndios florestais.
O pior é que com o aumento de ano para ano de incêndios estamos a chegar a uma situação em que, feitas bem as contas, a percentagem de pirómanos é tão elevada que se pode dizer que não há quem tenha fósforos ou isqueiros que não tenha ateado um incêndio. Pessoalmente gostaria de saber porque é que Portugal tem mais incêndios que muitos outros países onde também há muitos incêndios mas, sinceramente, não consigo aceitar como válida a teoria dos que dizem que tal acontece porque somos todos uns pirómanos...do caraças!
Fernando Galão

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...