uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Parte da Rua da Associação Comercial de Lisboa pode ser fechada aos automóveis

Presidente da Câmara de Benavente quer que a população de Samora Correia se pronuncie sobre essa hipótese.

Edição de 06.09.2017 | Sociedade

A Rua da Associação Comercial de Lisboa, antiga Rua do Grilo, em Samora Correia, pode voltar a ser pedonal se os samorenses aprovarem a ideia, diz o presidente da Câmara de Benavente, Carlos Coutinho (CDU). No âmbito do quadro comunitário de apoio Portugal 2020, já estão feitos contratos para intervenções de reabilitação e requalificação dos centros históricos de Benavente e Samora Correia, mas no caso da Rua da Associação Comercial de Lisboa a questão de se tornar parcialmente pedonal tem de ser discutida com a população.
“Já houve uma série de reuniões com a população discutindo as intervenções que seriam feitas e agora existem projectos concretos para apresentarmos e voltarmos a discutir com os moradores”, adianta o presidente do município.
“Na Rua do Grilo estamos em negociações para adquirirmos um lote perto da ourivesaria, que faz ligação com a Rua do Trabalho, para podermos desviar o trânsito no acesso à Praça da República por aí e colocar o resto da Rua do Grilo pedonal”, explica Carlos Coutinho. Também está definido no projecto que toda a rua ficará empedrada, “pelo que a circulação automóvel, que será muito menor do que agora, passará por uma zona definida por um tipo de calçada diferente, com uma cor diferente, para ser mais fácil de identificar”.
Está disponível um valor global entre oito a dez milhões de euros para investir neste tipo de intervenções, quer em Benavente quer em Samora, e a câmara já tem os projectos estruturados, faltando agora a discussão com a população, “como prometemos”, mas que só acontecerá após as eleições autárquicas de 1 de Outubro e do fim da campanha eleitoral.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...