uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Greve dos enfermeiros é injusta porque quem mais sofre são doentes indefesos

Edição de 13.09.2017 | O MIRANTE dos Leitores

Reconheço a importância do trabalho dos enfermeiros em geral (há uns poucos que nunca deviam ter sido autorizados a exercer a profissão) e considero justas algumas reivindicações, nomeadamente o aumento dos ordenados e um horário igual para todos em vez da treta dos funcionários públicos fazerem 35 horas e os seus colegas que trabalham a seu lado, mas que são contratados para funções públicas, fazerem 40. Com o que não posso estar de acordo é com as greves dos enfermeiros, nomeadamente em alguns serviços onde estão internadas pessoas completamente indefesas, em grande sofrimento e algumas sem qualquer capacidade de reacção.
Se os sindicatos dos enfermeiros andam sempre a dizer que os enfermeiros não têm tempo para tratar convenientemente os doentes nos dias normais de trabalho, e quem sou eu para duvidar, como explicam que tais doentes possam ser cuidados com um mínimo de dignidade com os enfermeiros a fazerem serviços mínimos? É claro que nos dias de greve os doentes não independentes têm que ser desleixados. Não espero qualquer humanidade de dirigentes sindicais que, pessoalmente, considero agirem mais motivados por questões políticas do que por questões reivindicativas mas nestes dias de greve, recordando-me de familiares meus que estiveram internados, sinto uma imensa revolta.
Marco F. Martins Carvalhal

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...

    Capas

    Assine O MIRANTE e receba o Jornal em casa
    Clique para fazer o pedido

    Destaques