uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Vila Franca de Xira cerra fileiras contra RTP e exige mais respeito pela festa brava
CRÍTICAS. Vila Franca de Xira está contra a redução da transmissão de touradas na televisão

Vila Franca de Xira cerra fileiras contra RTP e exige mais respeito pela festa brava

A Rádio e Televisão de Portugal reduziu para três o número de touradas que transmitirá este ano. Eleitos socialistas na assembleia municipal criticam e apelam a um cerrar de fileiras em defesa da festa brava. Presidente da câmara diz que os aficionados merecem respeito.

Edição de 13.09.2017 | Sociedade

Os eleitos da bancada do PS na Assembleia Municipal de Vila Franca de Xira condenaram na última sessão pública daquele órgão a decisão da direcção de programas da Rádio e Televisão de Portugal (RTP) em reduzir para três o número de touradas televisionadas por ano e apelaram a um “cerrar de fileiras” dos aficionados na defesa da festa brava.
“É ridículo que um director de programas da RTP (Daniel Deusdado) queira impor a sua visão pessoal para não transmitir mais touradas como se os valores individuais se pudessem sobrepor às obrigações do serviço público de televisão ou à obrigação de todos nós pagarmos a contribuição audiovisual com a conta da luz. Num tempo de audiências televisivas miseráveis, duas touradas transmitidas pela RTP e uma pela TVI tiveram mais de 2 milhões de espectadores com shares acima da média desses canais. Por muito que custe a alguns, a tauromaquia conta como conteúdo televisivo”, criticou o socialista António Galamba.
O eleito notou que o serviço público “tem a obrigação” de contribuir para a democratização do acesso à tauromaquia enquanto expressão cultural e identitária do país e sobretudo da região, recusando render-se ao que diz ser “o politicamente correcto” imposto pelo canal.
“Não nos rendemos ao politicamente correcto, a modernices de quem nada tem para corresponder às necessidades das pessoas e dos territórios mas tem tudo para dar expressão ao acessório. Exortamos quem está sintonizado na festa brava a cerrar fileiras na defesa da cultura e do espectáculo em Vila Franca de Xira, no país e no serviço público de televisão. Era só o que faltava que uma minoria que até pode fazer mais barulho sob a capa do politicamente correcto se impusesse a uma maioria demasiado silenciosa e às marcas desta nossa identidade”, vincou.
O presidente do município, Alberto Mesquita (PS), disse estar de acordo com as palavras de Galamba, notando que a comunidade de aficionados merece “mais respeito” do que aquele que está a ter.
A decisão da RTP, anunciada em Julho, gerou uma onda de protestos por parte da comunidade taurina e elogios das plataformas de defesa animal. Confrontado com a questão, o director de programas da RTP, Daniel Deusdado, disse ao Diário de Notícias, em Julho, que a quantidade elevada de audiências não era “relevante” para a decisão de ter touradas em antena, vincando que não está nos seus planos investir em mais transmissões anuais.

Mais uma largada na Feira de Outubro

Esta semana soube-se também que Vila Franca de Xira vai ter mais uma largada de toiros nas ruas do que o habitual durante a tradicional Feira de Outubro. A proposta partiu da Associação de Tertúlias Tauromáquicas do concelho e foi aceite pelo município. Por norma, a feira tem cinco largadas, entre sábado e quarta-feira. Mas desta vez, porque o feriado de 5 de Outubro se assinala a uma quinta-feira, foi decidido aproveitar o dia e libertar os toiros. O presidente do município, Alberto Mesquita, considera que se trata de mais um atractivo do programa e mais uma forma de gerar movimento nas ruas da cidade.

Vila Franca de Xira cerra fileiras contra RTP e exige mais respeito pela festa brava

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...

    Capas

    Assine O MIRANTE e receba o Jornal em casa
    Clique para fazer o pedido

    Destaques