uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Almeirim para além da fama de ser a Capital da Sopa da Pedra

Almeirim para além da fama de ser a Capital da Sopa da Pedra

Uma atenção especial ao futuro através do apoio à Educação e à Cultura. Almeirim assume a designação de Capital da Sopa da Pedra e é principalmente por isso que o concelho é conhecido e visitado ao longo de todo o ano por milhares de pessoas de todo o país.

Edição de 13.09.2017 | Suplemento Viver no Ribatejo

A importância da gastronomia para a economia local tem merecido a máxima atenção da câmara municipal que se tem empenhado em acções de promoção da mesma, juntando à Sopa da Pedra, o melão de Almeirim e o pão tradicional chamado “caralhota”. O Festival da Sopa da Pedra e do Petisco é a iniciativa mais emblemática a esse nível mas a requalificação da zona junto aos restaurantes e a criação de um amplo parque de estacionamento gratuito são investimentos de relevo.
As quintas existentes na região, quase todas com produção de vinhos, a par das adegas cooperativas de Almeirim, Benfica do Ribatejo e Gouxa, ajudam a complementar a oferta turística.
Mas Almeirim não é apenas gastronomia. A Gala da Ópera, apadrinhada pelo Tenor Armando Calado, que decorre normalmente em Setembro e que reúne os principais nomes do canto lírico a nível nacional; o Festival “Guitarra d’Alma”, em Novembro, cujo patrono é o mestre da guitarra portuguesa, Custódio Castelo, são dois eventos que merecem a inclusão num roteiro cultural de âmbito nacional.
Os eventos mencionados, apesar de atraírem visitantes, são dirigidos à população do concelho e enquadram-se numa política de permanente promoção da cultura. O Museu Municipal de Almeirim é um local que se aconselha a quem quer conhecer a história local. O espaço recebeu já uma Menção Honrosa, na categoria de Melhor Museu Português, pela Associação Portuguesa de Museologia.
Viver no concelho de Almeirim é viver numa zona tranquila e num concelho cuidado, com todas as infra-estruturas necessárias. Já este ano foram inauguradas as obras de requalificação da escola do Moinho de Vento, construída em 1966, e estão previstas outras intervenções no parque escolar do concelho.
O Serviço de Componente de Apoio À Família nos estabelecimentos de ensino, englobando o fornecimento de refeições, o prolongamento de horário e actividades nas interrupções lectivas, a par do cuidado posto nas ementas escolares, no programa de regime da fruta escolar e da atribuição de bolsas de estudo, por exemplo, são prova da atenção dada às crianças e aos jovens.
A melhoria das condições do estádio municipal, o investimento nos parques de lazer, em ciclovias, em lugares de estacionamento e noutros equipamentos, a par da manutenção de um serviço próprio de transportes urbanos, são uma manifestação da vontade da câmara em proporcionar a melhor qualidade de vida possível aos munícipes.
A centralidade geográfica e acessibilidades têm Almeirim no centro desenvolvimento económico de região. A produção agrícola aliada à indústria da transformação de produtos alimentares, de onde se destaca a Sumol + Compal e as Adegas Cooperativas, têm um peso importante no que toca à economia local, a par de múltiplas outras empresas do sector secundário. A cidade é também sede de alguns serviços regionais como é o caso do Comando Distrital de Operações de Socorro da Protecção Civil, o ACES (Agrupamentos de Centros de Saúde) da Lezíria II ou a Associação Distrital de Atletismo.
Segue-se o sector secundário, destacando-se as indústrias de construção e obras públicas, metalurgia, metalomecânica, material eléctrico e transportes, calçado, vestuário e têxteis, alimentação e bebidas e madeira.
O sector primário está relacionado com a produção de vinho, com as culturas frutícolas e hortofrutícolas com grande destaque para o melão, o tomate e o milho. Em Almeirim estão sediadas algumas das mais importante organizações de produtores do país.

Uma localização privilegiada com excelentes acessibilidades

O concelho de Almeirim abrange uma área de 222,1 km2 e tem cerca de 23.400 habitantes (2011). Fazem parte do concelho as freguesias de Almeirim, Fazendas de Almeirim, Benfica do Ribatejo e Raposa.
A sua localização geográfica é um ponto forte no desenvolvimento do concelho, encontrando-se a 76 km de Lisboa e a 7 km de Santarém. Presentemente, os dois troços de estradas que mais servem a população de Almeirim são a EN114 e a EN118, assim como o IC10. A A13, que atravessa parte do concelho, e a construção da ponte Salgueiro Maia vieram reforçar a localização privilegiada de Almeirim em matéria de acessibilidades, nomeadamente com a ligação à A1.
A sua excelente e apreciada culinária, onde pontifica a sopa da pedra, tal como o melão e o vinho, gozam de justa fama e são uma marca de Almeirim. O concelho tem incorporado novas infra-estruturas sociais e culturais que têm contribuído para melhorar a qualidade de vida.

Almeirim para além da fama de ser a Capital da Sopa da Pedra

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...

    Capas

    Assine O MIRANTE e receba o Jornal em casa
    Clique para fazer o pedido

    Destaques