uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante
Vila Franca de Xira é um concelho moderno e com condições excelentes para se viver

Vila Franca de Xira é um concelho moderno e com condições excelentes para se viver

Depois do Museu do Neo-Realismo a Fábrica das Palavras veio sublinhar a aposta na cultura

Edição de 13.09.2017 | Suplemento Viver no Ribatejo

A nova biblioteca municipal de Vila Franca de Xira, denominada “Fábrica das Palavras” e inaugurada a 20 de Setembro de 2014, é um edifício de arquitectura moderna da autoria do arquitecto Miguel Arruda, localizado à beira-rio, que permite ao visitante uma ligação contínua com o meio exterior envolvente: de um lado a cidade, do outro o rio e a lezíria.
Através deste novo centro de cultura e lazer, de acessos privilegiados e gratuitos, a câmara municipal reforçou a sua capacidade de intervenção enquanto promotora e dinamizadora da educação, literacia, generalização do acesso à informação e inclusão social. O edifício de sete pisos é já uma referência concelhia e nacional, seja na vertente cultural ou de lazer e, para além da moderna biblioteca, integra uma cafetaria, galeria de exposições e uma sala polivalente/auditório.
Apesar de não ser uniforme em termos de paisagem e urbanismo o concelho tem como fio condutor o esforço que é feito para proporcionar a todos os habitantes boa qualidade de vida.
A aplicação de uma taxa de IMI abaixo do legalmente estipulado e do IMI Familiar; a existência de um bom Parque Escolar e de apoios da câmara municipal ao funcionamento das escolas de pré-escolar e 1.º ciclo; a boa rede de Instituições Particulares de Solidariedade Social, com valências desde a infância até à Terceira Idade e a existência de inúmeras associações e colectividades, com oferta variada ao nível cultural e desportivo, são alguns exemplos, a par de parques urbanos, jardins e caminhos ribeirinhos, para lazer e desporto.
A existência de um moderno hospital, de uma boa rede de transportes a nível do concelho e a nível de ligações a Lisboa e a outras zonas do país, quer através da ferrovia, quer de estradas nacionais e auto-estradas conferem-lhe um alto nível de atractividade, recentemente reforçada com o aumento dos empregos nas áreas de indústria e comércio, com a abertura de novas empresas PME e também de grandes empresas.
O concelho tem uma boa oferta cultural ao nível de espaços a visitar, nomeadamente museus, entre os quais se destaca o Museu do Neo-Realismo e Núcleos Museológicos, a par de iniciativas desenvolvidas ao longo do ano, algumas das quais de referência nacional, como a Cartoon Xira, a Bienal de Fotografia ou o Prémio de Música Carlos Paredes.
As festividades anuais do Colete Encarnado e Feira de Outubro atraem milhares de visitantes nacionais e estrangeiros. O Barco Varino municipal com os seus passeios no Tejo é outro atractivo, bem como as iniciativas anuais de promoção da gastronomia local, “Março, mês do Sável” e “Sabor do Campo à Mesa”, em Novembro. É de sublinhar o recente lançamento do vinho de produção municipal “Encostas de Xira” feito com uvas produzidas na Quinta da Subserra, em Alhandra, propriedade do município.
Vila Franca de Xira é um bom local para investir. Para além da centralidade, das boas acessibilidades e de valores competitivos em relação à capital a política fiscal ao nível da derrama dá isenção do imposto para volumes de negócios até 150 mil euros e prolongamento da isenção para volume de negócios até 300 mil euros para empresas criadoras de emprego. O Programa Municipal “Revitalizar, Consigo” proporciona benefícios fiscais na reabilitação de instalações empresariais/industriais e existe um Gabinete de Apoio ao Investidor que apoia a instalação de novos investimentos, acelerando processos burocráticos e/ou administrativos e fazendo pontes entre os vários serviços municipais e organismos do Estado.

Um concelho urbano que se orgulha da sua componente rural

O concelho de Vila Franca de Xira tem uma área de 317,7 quilómetros quadrados e tem seis freguesias: União das Freguesias de Alhandra, São João dos Montes e Calhandriz; União das Freguesias de Alverca do Ribatejo e Sobralinho; União das Freguesias da Castanheira do Ribatejo e Cachoeiras; União das Freguesias da Póvoa de Santa Iria e Forte da Casa; Freguesia de Vialonga e Freguesia de Vila Franca de Xira. No concelho residem 135.886 pessoas (2011).
Integra características urbanas e rurais e a sua localização permite-lhe usufruir de um valioso património natural: da beleza do rio Te­jo, à Reserva Natural do Estuário do Tejo; do es­plen­­­dor das Le­zí­rias à imponência dos Montes.
A ligação secular às lides do campo e à criação de gado proporcionada por uma das mais vastas áreas do concelho – a Lezíria – confere a Vila Franca de Xira uma importante herança cultural que constitui uma das principais bases da sua identidade: a festa brava.
A caracterização económica do concelho é definida, essencialmente, por uma concentração de actividades no sector terciário, nomeadamente ao nível do comércio e serviços, devido à progressiva regressão do sector industrial.

Vila Franca de Xira é um concelho moderno e com condições excelentes para se viver

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...

    Capas

    Assine O MIRANTE e receba o Jornal em casa
    Clique para fazer o pedido

    Destaques