uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Tribunal Constitucional “arruma” recandidatura do presidente de Ourém

Edição de 21.09.2017 | O MIRANTE dos Leitores

O presidente da Câmara de Ourém, Paulo Fonseca, escreveu no seu Facebook, sobre a decisão do Tribunal Constitucional que o impediu de se recandidatar por estar insolvente, uma frase muito reveladora. “O cabra é que manda...eu obedeço”.
Ora bem, com estas simples palavrinhas, ele deu-nos uma lição de humildade democrática que merece ser destacada. Bem esteve o tal “cabra” ao classificar Paulo Fonseca como “lixo” autárquico, atirando-o para fora do barco dos candidatos. E não há agência de “Rating” que o salve.
Um partido político como o PS não pode andar metido nestas caldeiradas. Chegar-se ao ponto de tentar meter o candidato à assembleia municipal, José Alho, como substituto deste insolvente Paulo Fonseca no primeiro lugar da lista à câmara, com o argumento que tinha havido um engano, só confirma o que digo.
Lamentável é que a coordenadora nacional do PS para as autárquicas tenha permanecido caladinha perante tudo isto. Mas atenção, esta novela pode não ficar por aqui. Se o PS ganhar as eleições, e os eleitores é que terão a última palavra, será que a cabeça-de-lista e futura presidente, irá convidar Paulo Fonseca para seu chefe de gabinete? Perante tudo o que tenho visto na política...não me espantaria nada!
Ernesto Barros

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...