uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Câmara de Torres Novas mantém apoios ao primeiro ciclo e ensino superior

Edição de 21.09.2017 | Sociedade

O município de Torres Novas vai continuar a desenvolver um conjunto de programas de apoio ao 1º ciclo e ensino superior. São garantidos os cadernos de actividades aos escalões mais carenciados do ensino primário e há bolsas de estudo para estudantes do concelho que frequentem o ensino superior.
No 1º ciclo o Ministério da Educação já garante o empréstimo de manuais escolares. O município apoia, por seu lado, com a comparticipação dos cadernos de actividades para os alunos dos escalões A e B. Em termos de alimentação, tendo aderido ao Regime da Fruta Escolar, o município entrega também, semanalmente, duas peças de fruta e hortícolas à totalidade da população escolar do 1.º ciclo do ensino público, ou seja, cerca de 1100 crianças.
Para os mais novos é garantido o transporte gratuito a alunos que residam a menos de quatro quilómetros dos estabelecimentos de ensino. As crianças do pré-escolar também beneficiam de transporte gratuito se as suas localidades se situarem na rota de um itinerário existente. No total, de acordo com a Câmara de Torres Novas, são transportadas cerca de 110 crianças do pré-escolar e cerca de 220 crianças de 1.º ciclo, num encargo anual que ascende a cerca de 180 mil euros.
O município torrejano assegura ainda o funcionamento das actividades de animação e apoio à família em todos os estabelecimentos de educação pré-escolar da rede pública. Para este ano lectivo estão inscritas 251 crianças nestas actividades, o que corresponde a 62% da totalidade de crianças do pré-escolar.
Nesta área manteve-se o projecto de prolongamento de horário. Estão previstas actividades semanais de dança e expressão corporal, desporto e yoga, dinamizadas entre as 15h30 e as 17h30 por técnico especializados. O encargo para o município é de cerca de 24 mil euros.
Ainda no pré-escolar continua o programa de expressão musical. Neste projecto, todas as 405 crianças inscritas na rede pública municipal têm uma aula de música por semana, inserida na componente educativa e dinamizada por professores de música do Conservatório de Música do Choral Phydellius. O encargo anual para o município ascende a 9.500 euros.
No ensino superior, a Câmara de Torres Novas voltou a abrir concurso para atribuição de bolsas de estudo, tendo aumentado a oferta. São oito bolsas pecuniárias, atribuídas a residentes no concelho, cujo valor está fixado em 25% do salário mínimo, a atribuir entre Outubro e Julho. Ainda no âmbito do mesmo programa, serão concedidos quatro lugares de residência, em Lisboa, não cumulativos com a bolsa pecuniária, disponibilizados através de uma parceria estabelecida com a Fundação Renato Gameiro.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...